Regresso dos britânicos é “boa notícia”, mas é preciso “estratégia global” para trazer mais turistas, diz CTP

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) vê com bons olhos o regresso dos britânicos a partir de maio, mas alerta para a necessidade de se pensar numa estratégia para atrair mais turistas.

Boris Johnson avisou que os britânicos poderão voltar a viajar a partir de 17 de maio — se a situação pandémica não piorar até lá — e isso foi suficiente para fazer disparar as reservas no Algarve e na Madeira. A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) vê com bons olhos essa “boa notícia”, mas alerta para a necessidade de se pensar numa “estratégia global” para atrair turistas para o país.

O plano de desconfinamento do Reino Unido arranca a 8 de março, gradualmente, e a partir de 17 de maio os britânicos podem voltar a entrar num avião para sair do país. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro Boris Johnson esta segunda-feira e, desde esse dia, as reservas fizeram-se sentir nas agências de viagens e, em certa parte, na hotelaria, com disparos de 600%, apesar de o setor referir que os números continuam a ser baixos.

Para o presidente da CTP, “o fim das restrições das viagens a partir do Reino Unido é sempre uma boa notícia”. Ao ECO, Francisco Calheiros refere que o mercado britânico “é o principal destino emissor [de Portugal] e, no verão passado, quando o corredor aéreo reabriu, registou-se uma procura extraordinária”.

O responsável mostra-se “convicto” de que, assim que as restrições forem abolidas, “o mercado britânico irá certamente procurar Portugal, o Algarve em particular”. Contudo, alerta que “ainda é cedo para fazer previsões”.

Mas mais do que uma “boa notícia”, Francisco Calheiros diz que é preciso mais. E da nossa parte. “É evidente que é necessário pensar numa estratégia global de promoção do destino Portugal para recuperar os turistas”, nota, referindo que as últimas notícias que saíram de Portugal na imprensa internacional não favoreceram em nada o país como destino turístico.

Assim, defende que “será necessário criar mecanismos que nos permitam alterar a perceção de segurança que possa prevalecer, nomeadamente, através de um plano de promoção turístico, que envolva entidades públicas e privadas e que atue junto dos nossos principais mercados estratégicos“.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Regresso dos britânicos é “boa notícia”, mas é preciso “estratégia global” para trazer mais turistas, diz CTP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião