TAP cria novo gabinete para executar plano de reestruturação

Miguel Malaquias Pereira assume funções de chief transformation officer e irá responder diretamente ao novo CEO da companhia aérea.

Numa altura em que corta no número de trabalhadores e nos seus salários, a TAP criou um novo departamento interno para conduzir a implementação do plano de reestruturação. O gabinete de transformação já está a trabalhar, sob liderança de Miguel Malaquias Pereira, que assume funções de chief transformation officer (CTO) e irá responder diretamente ao novo CEO, segundo apurou o ECO.

“Considerando o atual momento de profunda transformação que o Grupo TAP (e a TAP SA em particular) atravessa, na decorrência das necessárias adaptações sociais e estruturais que decorrem da implementação do Plano de Reestruturação logo que o mesmo seja aprovado pela Comissão Europeia, foi deliberado proceder à criação na estrutura organizacional da TAP SA e na dependência direta da Comissão Executiva e do Conselho de Administração, de uma nova área designada “Transformation Office, sob a responsabilidade de Miguel Malaquias Pereira, que tem vindo a assegurar a função de PMO [project management officer] no âmbito da definição do Plano de Reestruturação”, anunciava, no mês passado, o chairman Miguel Frasquilho num comunicação interna.

Na proposta de plano de reestruturação, enviado pelo Governo para a Comissão Europeia em dezembro, este órgão já estava previsto, sendo que era prometido como uma garantia de sucesso da execução do plano de reestruturação. O ECO sabe que este gabinete será liderado pelo braço direito de Frasquilho.

Antes de se tornar CTO, Miguel Malaquias Pereira já estava a coordenar o plano com funções de PMO, após ter entrado na TAP em 2017 para assessor de Frasquilho. Já antes disso o tinha acompanhado na Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), onde foi consultor da direção então liderada por Frasquilho.

Será este o responsável por tomar as principais decisões no decorrer da implementação do plano (que continua à espera de resposta de Bruxelas), bem como de centralizar a articulação com a Comissão Europeia. Mas irá também desempenhar outras funções como motivar as equipas, verificar o progresso das iniciativas ou, de forma proativa, indicar riscos e problemas bem como ações de mitigação.

“O Transformation Office terá como missão principal centralizar e coordenar o programa de implementação do plano de reestruturação, promover a gestão, implementação e a monitorização de todas as iniciativas do plano, assim como a coordenação dos vários interlocutores relevantes, garantindo o reporting à Comissão Executiva e ao Conselho de Administração”, acrescentou Frasquilho.

Este gabinete e o seu líder Miguel Malaquias Pereira irão trabalhar diretamente com a Comissão Executiva da TAP, que continua também à espera de novo líder. O chief operating officer Ramiro Sequeira está a desempenhar funções de CEO de forma interina enquanto decorre o processo de recrutamento internacional. O mandato do Conselho de Administração também já terminou e está a aguardar a escolha para que seja marcada nova assembleia geral eletiva.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

TAP cria novo gabinete para executar plano de reestruturação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião