Desemprego sobe em Espanha e na Alemanha com novo confinamento

  • Lusa e ECO
  • 2 Março 2021

Em Espanha, o desemprego atingiu máximos de 2016. E na Alemanha, esta taxa subiu pela primeira vez deste junho de 2020. Restrições impostas em resposta à pandemia explicam evolução do indicador.

O desemprego aumentou em Espanha em 44.436 pessoas em fevereiro em relação ao mês anterior, levando o número total para 4.008.789, segundo o relatório mensal publicado esta terça-feira pelo Ministério do Trabalho espanhol.

Este nível de desemprego não era alcançado desde abril de 2016 e reflete o impacto na economia do país da terceira vaga da pandemia Covid-19. Segundo o Ministério do Trabalho espanhol, o aumento do desemprego é uma consequência “no quadro laboral das severas restrições impostas pela terceira vaga da pandemia“.

Em termos de pessoas inscritas na Segurança Social espanhola, em fevereiro houve uma média de 18.850.112, mais 20.632, em média, do que em janeiro.

Também na Alemanha, o mês de fevereiro foi sinónimo de um agravamento do desemprego. Desde junho de 2020, que a taxa de desemprego alemã estava a recuar, mas as restrições mais apertadas impostas em resposta à pandemia levaram a uma inversão dessa tendência, avança a Reuters.

No segundo mês de 2021, mais nove mil pessoas estavam desempregadas na Alemanha do que no período homólogo. Ainda assim, as autoridades germânicas destacam que o Kurzarbeit — o equivalente ao português lay-off simplificado — continua a apoiar o emprego e a salvar milhares de postos de trabalho.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Desemprego sobe em Espanha e na Alemanha com novo confinamento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião