Trabalho

Do universo de empregados registado no final de 2019, quase quatro milhões passaram a inativos. É o aumento mais significativo desde, pelo menos, 2010, indica o Eurostat.

Devido à quebra de faturação, a empresa de porcelanas vai suspender a atividade entre 20 e 31 de julho e mandar para casa os 360 colaboradores.