Trabalho

O prazo para aprovar e afixar os mapas de férias teria terminado a 15 de abril, em circunstâncias normais, mas a pandemia levou o Governo a dar mais um mês aos empregadores.

Bruxelas quer que o salário mínimo garante condições de vida decentes a todos os trabalhadores, mas não pretende uniformizar valores entre os Estados-membros. Portugal está hoje a meio dessa tabela.