Nas notícias lá fora: vacinação, proteção de dados e emprego

Os passaportes de vacinação na União Europeia ainda deverão demorar meses a chegar. Já as leis de proteção de dados no bloco deveriam ser revistas, defende um dos seus criadores.

Os passaportes de vacinação na União Europeia (UE), para agilizar as viagens no bloco durante a pandemia, ainda deverão demorar meses a chegar. Também pela UE, um dos “pais” da lei de proteção de dados defende que estas devem ser revistas depois da Covid-19, tendo ficado desatualizadas. Já a China mostra-se preocupada com o risco das políticas de resposta à pandemia nos EUA e Zona Euro. Veja estas e outras notícias que marcam a atualidade internacional.

Bloomberg

Passaportes de vacinação para viagens na UE ainda vão demorar meses

A União Europeia (UE) ainda está a meses de emitir os certificados de imunidade a Covid-19. A Comissão Europeia está a trabalhar no “estabelecimento de um quadro de confiança e de uma infraestrutura digital que facilite a autenticação” de tais documentos, segundo uma nota informativa. Os líderes da UE foram informados na semana passada que “o trabalho técnico que sustenta tal plataforma pode levar de três a quatro meses”, de acordo com o memorando datado de 2 de março.

Leia a notícia completa na Bloomberg (acesso condicionado, conteúdo em inglês)

Financial Times

UE deve rever principais leis de proteção de dados, diz “pai” da RGPD

As principais leis de proteção de dados da Europa já estão desatualizadas e devem ser fortemente revistas para um mundo pós-pandemia, disse um membro do Parlamento Europeu que passou anos a elaborar as medidas. Axel Voss, um dos pais do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), defende que este precisa de “algum tipo de cirurgia” menos de três anos após sua entrada em vigor.

Leia a notícia completa no Financial Times (acesso condicionado, conteúdo em inglês)

El Economista

China prepara-se para aumentar as taxas e alerta para perigo das políticas dos EUA e Zona Euro

O chefe do regulador dos bancos e seguros chinês e secretário do Banco Popular da China, Guo Shuqing, alertou para o perigo das bolhas nos mercados financeiros dos Estados Unidos e da Zona Euro. O impacto de “medidas agressivas de estímulo” já começou a aparecer, defende, e Pequim está “muito preocupada” com a possibilidade de que essas bolhas rebentem em breve e afetem a sua própria economia. O regulador também observou que as taxas de juros na China têm maior probabilidade de subir este ano.

Leia a notícia completa no El Economista (acesso livre, conteúdo em espanhol)

CNBC

Reino Unido prolonga programa de proteção do emprego até setembro

O Reino Unido vai prolongar até setembro o programa de proteção do emprego, que paga até 80% do salário dos trabalhadores de setores obrigados a fechar total ou parcialmente devido à pandemia. O plano, que prevê também a inclusão de apoios para os trabalhadores independentes, será apresentado durante a divulgação da proposta de Orçamento do Estado para 2021-22. O ministro da Economia irá sinalizar que o Governo vai empregar todo o seu “poder de fogo fiscal” para apoiar a economia.

Leia a notícia completa na CNBC (acesso livre, conteúdo em inglês)

CNN

Instagram escondeu likes para alguns utilizadores acidentalmente

Um bug do Instagram escondeu os “likes” de alguns dos utilizadores esta terça-feira, depois de a empresa acidentalmente expandir um teste que já está a decorrer há bastante tempo, tendo arrancado no Canadá em 2019. “Sem querer, adicionámos mais pessoas ao teste hoje, o que foi um bug – estamos a corrigir esse problema e a restaurar as contagens dessas pessoas o mais rápido possível”, disse um porta-voz do Facebook, que detém a rede social.

Leia a notícia completa na CNN (acesso livre, conteúdo em inglês)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nas notícias lá fora: vacinação, proteção de dados e emprego

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião