Aldi e Lidl vendem testes rápidos na Alemanha a partir deste mês

  • ECO
  • 5 Março 2021

A Alemanha já aprovou três testes rápidos. Os resultados são conhecidos em 15 minutos e têm uma fiabilidade de 80%. Os preços variam entre 5 e 10 euros.

As cadeias de supermercado alemãs Aldi e Lidl começaram a vender testes rápidos nas suas lojas este mês de março, avança o jornal espanhol El Economista. Este sistema só está disponível nos supermercados na Alemanha, pois foi só regulador de medicamentos alemão que aprovou este sistema de diagnóstico. Para ser vendido nos supermercados em Portugal e no resto da Europa, teria de ser aprovado pelas respetivas entidades.

A Alemanha aprovou já três testes rápidos: Rapid SARS-CoV-2 Antigen Test Card, LYHER Covid-19 Antigen Schnelltest Nasal e CLINITEST Rapid COVID-19 Self-Test. Os resultados são conhecidos em 15 minutos e têm uma fiabilidade de 80%. Os preços variam entre 5 e 10 euros.

Com esta medida, o governo alemão pretende acelerar a deteção de casos no país.

Um dos testes, CLINITEST, da empresa Siemens Healthineers pode ser feito por pessoas sem formação na área da saúde. A empresa explica que este teste rápido necessita da recolha de amostras de ambas as narinas com um zaragatoa que depois se lava com um reagente, dissolvendo uma proteína específica da superfície do vírus. Após 15 minutos tem o resultado. A posição e o número de linhas no ecrã do teste indicam o resultado. Mas atenção, caso não mostre qualquer resultado, o teste deverá ser repetido.

A Siemens Healthineers indica que já iniciou o procedimento regular de avaliação na Comissão Europeia. No entanto, até este ser aprovado, quer pelo regulador europeu, quer por outros reguladores dentro da Europa, os testes estarão à venda apenas na Alemanha.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Aldi e Lidl vendem testes rápidos na Alemanha a partir deste mês

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião