João Talone regressa à EDP como presidente não executivo

  • ECO
  • 12 Março 2021

O nome de João Talone vai ser proposto pelos maiores acionistas da EDP, substituindo Luís Amado. Decisão deverá ser tomada a 14 de abril.

João Talone deverá voltar à EDP, desta vez como chairman da empresa. De acordo com o Expresso (acesso pago), o nome do gestor vai ser proposto pelos maiores acionistas da EDP, substituindo, assim, Luís Amado. João Talone foi, até 2006, presidente executivo da energética.

Com a proposta de João Talone para este cargo, os acio­nistas da EDP pretendem mudar o perfil do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) para competências mais técnicas e profissionais. Assim, a estratégia passa por nomear alguém que já tenha sido CEO da empresa, uma linha que será seguida no futuro para a escolha de outros membros.

Além disso, será reduzido o número de membros do CGS de 21 para 15 e um dos nomes que também estará na lista é o de Esmeralda Dourado, que deixou a administração não executiva da TAP. Luís Amado vai continuar ligado à elétrica como consultor sénior. João Talone foi CEO da EDP entre 2003 e 2006, quando o Estado era o maior acionista da empresa. O seu regresso deverá ser decido na assembleia-geral de acionistas a 14 de abril.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

João Talone regressa à EDP como presidente não executivo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião