Moeda turca afunda após demissão do presidente do banco central

  • Lusa e ECO
  • 22 Março 2021

A lira turca afundou mais de 17% face ao dólar norte-americano, depois de o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, ter demitido o governador do banco central, que estava no cargo há cinco meses.

A lira turca caiu mais de 17% em relação ao dólar norte-americano no mercado cambial, na sequência do afastamento do chefe do banco central turco Naci Agbal. Na manhã desta segunda-feira, a moeda turca cotava-se a 8,47 liras contra o dólar nos mercados cambiais asiáticos, depois de no final da semana se ter cotado a 7,22 liras contra o dólar.

Em funções há cinco meses, Agbal foi demitido na sexta-feira, por decreto emitido pelo Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan. A demissão foi anunciada dois dias depois de o banco central turco ter aumentado a principal taxa de referência, numa medida bem recebida pelos mercados como uma forma de combater a inflação.

Erdogan, um defensor de um forte crescimento alimentado por crédito barato, sempre expressou oposição a taxas de juro elevadas, às quais se tem referido como “pai e mãe de todos os males”, argumentando, ao contrário das teorias económicas convencionais, que promovem a inflação.

Cotação da lira turca face ao dólar:

Fonte: Eikon/Refinitiv

Antigo ministro das Finanças, Agbal foi substituído no cargo por Sahap Kavcioglu, economista e antigo deputado do partido no poder, uma nomeação que preocupa os investidores e lança dúvidas sobre a futura independência do banco central.

No domingo, o novo governador comprometeu-se a tomar as medidas necessárias para combater a inflação. “O Banco Central da Turquia vai continuar a utilizar eficazmente todos os instrumentos da política monetária para alcançar o objetivo: um declínio sustentável da inflação”, declarou Kavcioglu.

O aumento da inflação na Turquia nos últimos anos, juntamente com a erosão da lira turca, tem prejudicado a popularidade de Erdogan. Em fevereiro, a inflação foi de 15,6% em termos anuais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Moeda turca afunda após demissão do presidente do banco central

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião