Rede de casinos Caesers reclama 2000 milhões aos seguros por causa da Covid-19

  • ECO Seguros
  • 25 Março 2021

A gigante da indústria de entretenimento pede em tribunal que lhe seja reconhecido direito a compensação por perdas relacionadas com a pandemia. A maioria dos litígios terminam a favor das seguradoras

A Cæsers, rede norte-americana de casinos e estâncias de turismo e hotelaria (resorts), avançou com uma ação judicial contra um grupo de seguradoras que, segundo a companhia, recusam compensar perdas estimadas em mais de dois mil milhões de dólares que o grupo averbou em resultado da pandemia de Covid-19.

Na ação judicial entregue a um tribunal de Clark County, no Nevada (EUA), a Caesers Entertainment alega que adquiriu coberturas para todos os riscos de perdas físicas e danos, incluindo interrupção de negócio (Business Interruption) e que a maior parte das apólices não indica exclusão de perdas e danos causados por vírus ou pandemia.

A queixosa argumenta que depois de ter pago mais de 25 milhões de dólares em prémios de seguro para prevenir um conjunto de riscos com capital limite de 3,4 mil milhões de dólares, não obteve ainda qualquer indemnização por parte das seguradoras contratadas.

O grupo resultante da combinação recente entre a Caesers Entertainment Corporation e a Eldorado Resorts Incorporated fechou o exercício de 2020 com resultado líquido negativo de 1,76 mil milhões de dólares, penalizado pelo encerramento de estabelecimentos por causa da pandemia. A receita anual caiu 55% nas unidades em Las Vegas e em 34,5% na operação internacional do grupo que averbou queda de 42,5% na receita consolidada, face a 2019, para cerca de 3,5 mil milhões de dólares em 2020, indica o relato financeiro da rede de entretenimento e dormida.

A rede de casinos afirma que continua a acumular perdas por causa da crise sanitária, apesar de ter adotado medidas de mitigação dos riscos associados ao SARS-CoV-2 (Covid-19). Alegando que as seguradoras estão a violar contratos e a leis dos seguros do Nevada, a Caesers pede ao tribunal que reconheça e declare que as perdas estão cobertas pelas apólices de seguro.

De acordo com The Wall Street Journal (WSJ), o processo acionado pela Caesers Entertainment é mais um entre muitos em que as empresas reclamam indemnizações do seguro para recuperar perdas de exploração relacionadas com a pandemia.

Até agora, de acordo com uma faculdade de Direito, da Universidade da Pensilvânia, que tem acompanhado os litígios judiciais no âmbito da pandemia, as seguradoras levam vantagem na contenda. Em mais de 200 processos opondo companhias a clientes segurados, mais de 80% das sentenças foram favoráveis às seguradoras, complementa o WSJ (conteúdo de acesso gratuito, em língua inglesa).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rede de casinos Caesers reclama 2000 milhões aos seguros por causa da Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião