Ranking: Estes são os 50 maiores agentes de seguros em Portugal

  • ECO Seguros
  • 28 Março 2021

Juntos obtiveram quase 100 milhões de euros de comissões por vendas de seguros a particulares e empresas. Há grandes grupos, mas há também profissionais que são os campeões de vendas. Veja a lista.

A Myseguros, da Teleperformance, é a maior sociedade mediadora em Portugal, segundo dados recolhidos pela Informa D&B e por ECO Seguros relativos ao ano de 2019. A Mercer, do grupo Marsh McLennan, foi a segunda maior atingindo um valor de 4,4 milhões de euros de negócios com seguros, ficando o terceiro lugar para o agente Paulo Peixoto, um comerciante de automóveis da Maia, Porto, que faturou em seguros cerca de 4,2 milhões de euros.

No top 50 encontram-se empresas que ligam os seguros a outros negócios, como a EDP que faculta aos seus clientes seguros para assegurar pagamentos de faturas, de assistência e saúde. Ou a Benfica Seguros e a Porto Seguro que asseguram, entre outros clientes, os serviços às SAD do SL Benfica e FC Porto, cujos prémios por acidentes de trabalho de profissionais de futebol representam uma faturação relevante. Ainda se podem ver os agentes da Leaseplan, Santogal, Renault ou Cofidis.

TOP 50: As maiores de 1 a 25…

 

As corretoras, não abrangidas neste ranking, que formalmente têm de ser independentes em relação a qualquer seguradora, são livres de participar em mediadoras que por acréscimo mantêm a sua independência. No top 50 está a MDS Auto, em que o grupo líder da corretagem em Portugal se junta à Salvador Caetano – Auto e também controla a Iberosegur. O Grupo Villas Boas está com a ACP na 11ª maior mediadora, mas também tem interesses na CSB, na Corbroker Norte e na JRC. A F.Rego controla a WWI. A APRIL, a maior corretora francesa, está normalmente bem colocada em 8º lugar através da sucursal em Portugal.

As mediadoras também representam seguradoras, algumas sem exclusividade. A Innovarisk, que é de facto uma MGA (Managing General Agent), com poderes atribuídos por seguradoras para aceitar riscos, é quem faz a ponte com a britânica Hiscox e é ainda coverholder da Lloyd’s mas é formalmente um agente. Também a MGEN, uma seguradora francesa da área da saúde, canaliza o seu negócio através da Europamut.

Ainda sobram as mediadoras criadas por profissionais e que cresceram, normalmente devido ao empenho dos seus sócios. A Vitorinos, a Portinsurance, S.G.S., Nacional Gest, RT Global, Medal, Bónus, EXS, Certezza, AQS, Filipe Castro, Joana & André, ASAL, e Vis a Vis são exemplos no top 50.

Ainda existem mediadoras com relevo que operam exclusivamente para uma só seguradora. Allseg e Coolseg estão ligadas à Fidelidade e a Quercia III à Ageas Seguros.

O ranking apresentado lista um mercado muito pulverizado. Segundo dados da ASF, entidade reguladora, no final de 2020 estavam ativos em Portugal 15.831 distribuidores de seguros, dos quais 15.743 eram agentes (antes apenas designados por mediadores) e desses 3.572 eram empresas. Mediadores a título acessório, isto é, empresas ou pessoas individuais que também vendem seguros em acumulação com outra atividade eram 6. Corretores, uma outra categoria de distribuidor mais exigente do ponto de vista de capital, recursos técnicos e responsabilidades, eram 67.

… E de 26 a 50

Os agentes concentram a maior parte das vendas de seguros em Portugal. Segundo dados da APS – associação das seguradoras – relativamente a canais de distribuição, em 2019 os agentes foram responsáveis por 69,4% da produção do Ramo Vida e de 61,8% pelo ramo Não Vida. No total significa que os agentes/mediadores são responsáveis por um valor de vendas superior a 8 mil milhões de euros no ano. Se a estes se juntar os mediadores a título acessório, verifica-se que a mediação é responsável por mais de 83% das vendas de seguros em Portugal.

Os agentes, mediadores e corretores estão representados pela APROSE- Associação Nacional de Agentes e Corretores de Seguros, com sede no Porto, que reúne cerca de dois mil membros. Destes, mais de metade têm presenças no TOP 50.

Os 50 maiores agentes de seguros, segundo dados de 2019 são:

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ranking: Estes são os 50 maiores agentes de seguros em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião