Cinco clubes ingleses abandonam Superliga Europeia. Chelsea deverá ser o próximo

Arsenal, Liverpool, Tottenham, Manchester United e Manchester City estão de saída da polémica Superliga Europeia. O Chelsea deverá anunciar nas próximas horas que também abandonará a prova.

A Superliga Europeia poderá terminar ainda antes de ter começado. Liverpool, Arsenal, Manchester United, Manchester City e Tottenham, da Premier League, anunciaram esta terça-feira que vão abandonar a nova competição. Chelsea também estará de saída, de acordo com o jornal catalão Mundo Deportivo.

Após inúmeras manifestações de desagrado por parte de futebolistas, adeptos e dos organismos que tutelam o futebol mundial e europeu, os cinco emblemas ingleses revelaram através de um comunicado nas suas plataformas oficiais que irão afastar-se da Superliga Europeia. O Arsenal foi mais longe e chegou mesmo a pedir desculpa à sua massa associativa pelo sucedido.

“Como resultado de ouvir-vos a vocês e à comunidade futebolística nos últimos dias, estamos a retirar-nos da Superliga. Cometemos um erro, e pedimos desculpa por isso”, pode ler-se na conta oficial dos ‘gunners’.

Todavia, a história não termina aqui, também nas estruturas dos clubes estão a observar-se situações de saídas, como foi o caso do vice-presidente do Manchester United, Ed Woodward. Na sequência da polémica da Superliga, o emblema de Old Trafford divulgou esta terça-feira na sua página oficial que Ed Woodward abandonará o clube britânico no final de 2021. O administrador inglês estava nos ‘red devils’ desde 2005.

Outro nome que poderá estar de saída da administração de um dos clubes fundadores é Andrea Agnelli, presidente da Juventus. De acordo com o jornal Record, o líder do emblema italiano está na iminência de demitir-se. Em causa poderá estar toda a situação criada em torno da nova competição.

Recorde-se que no passado domingo, AC Milan, Arsenal, Atlético de Madrid, Chelsea, FC Barcelona, Inter Milão, Juventus, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Real Madrid e Tottenham anunciaram a criação da Superliga europeia. Uma competição pensada para ser disputada por 20 clubes, 15 dos quais fundadores e cinco convidados.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cinco clubes ingleses abandonam Superliga Europeia. Chelsea deverá ser o próximo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião