Exportações de vinhos portugueses crescem 3% no arranque de 2021

De acordo com a ViniPortugal, França foi o principal mercado de destino dos vinhos portugueses, o correspondente a 16,67 milhões de euros. Seguiram-se Estados Unidos e Brasil.

As exportações de vinhos portugueses tiveram um início de ano positivo, em comparação com o mesmo período de 2020. De acordo com dados divulgados esta terça-feira pela ViniPortugal, nos primeiros dois meses do ano as exportações subiram quase 3%, em comparação com janeiro e fevereiro do ano passado.

As exportações atingiram, nos primeiros dois meses deste ano, um total de 121 milhões de euros, um aumento de 2,96% face ao período homólogo. Entre janeiro e fevereiro, França foi o principal mercado de destino dos vinhos portugueses, o correspondente a 16,67 milhões de euros. No top 5 constam também os Estados Unidos (13,25 milhões de euros), o Brasil (9,34 milhões), a Alemanha (7,65 milhões) e o Canadá (7,60 milhões).

Dentro deste leque, é de registar o crescimento das exportações nos mercados brasileiro (+36,64%), alemão (+12,09%) e canadiano (+7,86%). Contrariamente, o mercado norte-americano registou um decréscimo (-14,72%), acontecendo o mesmo em França (-3,93%).

Na Europa, foi na Finlândia que se houve um maior crescimento das exportações nos primeiros dois meses de 2021, na ordem dos 69,55% — o correspondente a 2,26 milhões de euros. Seguiram-se, respetivamente, a Polónia (+29,5%), a Suécia (+24,11%) e a Dinamarca (+15,63%). Mas foi em Espanha (-19,36%), Luxemburgo (-7,22%) e Suíça (-5,56%) que se deram as principais quebras.

Uma quebra de 14,24% face ao mesmo período em 2020 foi também sentida, entre janeiro e fevereiro, nas exportações de vinhos portugueses para o Reino Unido, que se ficaram pelos 6,96 milhões de euros. Para Angola, as transações ascenderam aos 3,67 milhões de euros, uma redução de 38,56% face ao princípio do ano passado, informa a associação responsável pela promoção dos Vinhos de Portugal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Exportações de vinhos portugueses crescem 3% no arranque de 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião