Ursula Von der Leyen vê certificado verde digital a funcionar em junho

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, disse existirem condições para o certificado verde da Covid-19 entre em funcionamento em junho.

O certificado verde da Covid-19 pode entrar em vigor já em junho, a tempo de permitir flexibilizar a entrada e saída de pessoas na União Europeia (UE) durante o verão.

Numa conferência de imprensa a partir do Porto, a presidente da Comissão Europeia considerou “realista dizer que haverá acordo político até ao fim deste mês” para a implementação do certificado verde da Covid-19. “Fico satisfeita por anunciar que o trabalho juridico-técnico em relação ao certificado verde de vacinação está a avançar e pode estar a funcionar em junho”, acrescentou.

Este certificado é um documento individual que servirá de “prova clara de que [as pessoas] foram vacinadas”, tiveram um teste negativo ou têm anticorpos naturais após infeção pelo coronavírus. Alguns ativistas têm alertado que a medida pode ser um fator de discriminação e violar a privacidade dos cidadãos.

Ursula Von der Leyen associou este sistema com uma maior recuperação do setor do turismo. “Compreendo que é importante para as pessoas poderem planear as suas férias e muito importante para trabalhadores do turismo, hospitalidade e transportes, que mais uma vez esperam ter trabalho, e para as empresas destes setores, que esperam poder começar a recuperar”, afirmou Von der Leyen, em declarações transmitidas e traduzidas pela RTP3.

“Conseguir as vacinas é o mais importante, mas é possível permitir as viagens para dentro e fora da UE”, defendeu a responsável.

Segundo números citados pela presidente da Comissão Europeia, Bruxelas já distribuiu mais de 200 milhões de doses de vacinas anti-Covid e deverá ter entregue doses suficientes para vacinar 70% da população adulta da UE até julho. 60 milhões de europeus já receberam pelo menos a primeira dose, disse ainda a presidente.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ursula Von der Leyen vê certificado verde digital a funcionar em junho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião