BdP comprou 15,6 mil milhões em dívida da bazuca pandémica do BCE

O aumento do balanço do BdP decorreu, essencialmente, das medidas adotadas para mitigar os efeitos da pandemia de Covid-19 sobre a economia", revela o Relatório do Conselho de Administração 2020.

A bazuca do Banco Central Europeu (BCE) para a crise pandémica levou o Banco de Portugal a comprar 15,6 mil milhões de euros em dívida. O montante representa mais de metade do reforço do balanço do banco central, que atingiu, principalmente devido às medidas de combate à pandemia, um novo recorde no ano passado.

No final de 2020, o balanço do Banco de Portugal totalizava 192 mil milhões de euros, um valor superior em 33 mil milhões de euros ao registado no final de 2019, revela o Relatório do Conselho de Administração 2020 divulgado esta quinta-feira.

“Foi o maior aumento dos últimos anos e o balanço do Banco de Portugal tem aumentado muito nos últimos anos. Mas 2020 foi um ano excecional e está agora próximo do valor do PIB nominal de Portugal”, explicou o governador Mário Centeno, na apresentação do documento. Este aumento do balanço decorreu, essencialmente, das medidas adotadas para mitigar os efeitos da pandemia de Covid-19 sobre a economia.

Os ativos de política monetária foram reforçados em 30 mil milhões, refletindo um aumento da carteira de títulos detidos para fins de política monetária de 15,6 mil milhões de euros. Além do programa de compra de ativos (APP) que já decorria antes da pandemia, o BCE lançou um novo programa de compras de emergência pandémica (PEPP). Em ambos os casos são os bancos centrais nacionais a executar as compras e foi, em 2020, o último a ter maior peso.

Também devido à pandemia, foram reforçadas as operações de refinanciamento de baixos custos para reforçar a liquidez da banca. Estas operações aumentaram em 14,8 mil milhões de euros. Da mesma forma, os ativos também beneficiaram da valorização do ouro nos cofres do Banco de Portugal: o país detém 382,6 toneladas deste metal precioso, que estão avaliadas em quase 19 mil milhões de euros, mais 14,3% do que no ano passado.

(Notícia atualizada às 11h35)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BdP comprou 15,6 mil milhões em dívida da bazuca pandémica do BCE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião