João Rendeiro vê bens e fortuna arrestados para pagar dívida ao Estado e BPP

  • ECO
  • 16 Maio 2021

João Rendeiro foi condenado a uma pena de 10 anos de prisão efetiva. Terá de pagar indemnizações ao Estado e BPP.

Serão arrestados milhão e meio de euros em numerário, contas e ativos bancários, obras de arte e quatro imóveis em Lisboa, Cascais e Oeiras de João Rendeiro, ex-presidente do Banco Privado Português (BPP), segundo avança o Correio da Manhã (acesso livre). Apreensão tem em vista juntar o montante para indemnizar o Estado e o BPP.

João Rendeiro, Salvador Fezas Vital, António Guichard Alves e Fernando Lima, antigos administradores do BPP, foram condenados esta sexta-feira a penas que vão dos seis anos aos dez anos de prisão efetiva. Em causa a apropriação de mais de 31 milhões do BPP, crimes de fraude fiscal qualificada, abuso de confiança e branqueamento de capitais.

O BPP fez um pedido de indemnização civil de 29.539.629,08 euros, que foi aprovado pela presidente do coletivo de juízes, Tânia Loureiro Gomes. Os quatro visados terão de pagar a quantia em conjunto. Já ao Estado, com juros de mora por fuga aos impostos, Rendeiro terá de pagar 4,9 milhões, Fezas Vital 3,3 milhões, Guichard 1,05 milhões e Lima 346 mil euros.

O coletivo de juízes deu como provado que Rendeiro se apropriou de 13.613.258 euros, Salvador Fezas Vital de 7.770.602, Paulo Guichard de 7.703.591 e Fernando Lima de 2.193.167. O dinheiro terá sido desviado através do pagamento de prémios e despesas pessoais sem conhecimento dos acionistas do BPP e de operações financeiras e cambiais envolvendo sociedades offshore.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

João Rendeiro vê bens e fortuna arrestados para pagar dívida ao Estado e BPP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião