Justiça

Paulo Lona, presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, alertou que se vive "um tempo perigoso para a justiça e para a sua independência".

O Supremo Tribunal de Justiça decidiu entregar a investigação ao ex-primeiro-ministro António Costa ao Departamento Central de Investigação e Ação Penal. Mas será um processo autónomo.