Pessoas com mais de 30 anos começam a ser vacinadas contra a Covid-19 em junho

  • ECO
  • 20 Maio 2021

Uma maior disponibilidade de vacinas está a permitir aumentar o ritmo de vacinação em Portugal.

As pessoas da faixa etária entre os 30 e os 40 anos começarão a ser vacinadas já em junho, segundo confirmou o líder da task force de vacinação, o vice-almirante Henrique Gouveia Melo, ao Público (acesso livre). A meta poderá ser atingida graças a uma maior disponibilidade de vacinas que permitiu aumentar o ritmo de vacinação em Portugal.

O objetivo da task force, responsável pelo plano nacional de vacinação contra a Covid-19, é que a cada semana seja dado início ao processo de inoculação de uma faixa etária diferente. Ou seja, após ter iniciado a vacinação de pessoas com mais de 50 anos, vai passar na próxima semana aos cidadãos a partir dos 40 anos e, uma semana depois, a faixa etária seguinte.

A aceleração do ritmo a que se avança para a fase seguinte não significa, no entanto, que as pessoas da faixa etária anterior já estejam todas vacinadas. Segundo o Público, quando arrancar a vacinação dos maiores de 40 anos, ainda estará a “decorrer em paralelo” a inoculação dos mais velhos. A mesma fonte oficial destaca ao jornal que esta é uma “estimativa” que depende da disponibilização de vacinas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pessoas com mais de 30 anos começam a ser vacinadas contra a Covid-19 em junho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião