“Ainda vamos ter” a Covid-19 “ativa por mais uns tempos”, diz Graça Freitas

No evento de apresentação do Plano de Contingência Saúde Sazonal - Módulo Verão, a Diretora-Geral da Saúde alertou que é preciso "vacinar mais" para se atingirem "menores taxas de incidência".

A diretora-geral da Saúde referiu esta sexta-feira que não está para breve o desaparecimento da Covid-19 de território nacional. Na apresentação do Plano de Contingência Saúde Sazonal – Módulo Verão, Graças Freitas destacou que é necessário continuar com o esforço de vacinação da população.

“Ainda vamos ter a doença ativa por mais uns tempos”, disse, antes de acrescentar que é necessário “vacinar mais para termos menores taxas de incidência” da doença. Graça Freitas fez ainda mais alguns alertas, que também constam do plano de contingência que foi agora apresentado e que diz respeito ao verão que se aproxima a passos largos.

A diretora-geral da Saúde destacou ainda que uma “maior mobilidade” nesta estação do ano irá aumentar “o número de contactos”, o que irá “potenciar a transmissão do vírus”. Além do mais, indicou que a “taxa de ocupação” em certas zonas, nomeadamente “balneares”, podem levar a que o Serviço Nacional de Saúde fique sobrecarregado nessas regiões — tanto devido a um eventual aumento do número de infetados, bem como por causa de problemas relacionados com o calor.

Outra das situações destacadas por Graça Freitas esta sexta-feira passou por uma maior tendência para uma permanência em espaços fechados climatizados, por serem mais frescos nesta altura no ano. Algo que poderá trazer um “risco acrescido” em tempos de Covid-19, pois é precisamente em espaços fechados que existe um maior risco de transmissão da doença.

O Plano de Contingência Saúde Sazonal – Módulo Verão alerta ainda que as “temperaturas elevadas” que caracterizam esta estação do ano “podem agravar o impacto da Covid-19 por descompensação das doenças crónicas de base”, com o “medo da pandemia” a poder ainda estar na base de atrasos da “procura de cuidados de saúde”.

Na apresentação deste plano, Graça Freitas alertou ainda para a importância do uso da máscara, mesmo que haja uma tendência para a abandonar em momentos de maior calor. Tal como esclarece o documento, o “aumento da temperatura do ar pode reduzir a adesão do uso de máscara facial, devido ao maior desconforto”, o que traz um “maior risco de exposição e contágio” por Covid-19.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Ainda vamos ter” a Covid-19 “ativa por mais uns tempos”, diz Graça Freitas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião