Estes são os salários que se estão a pagar a profissões de seguros

  • ECO Seguros
  • 6 Junho 2021

A Michael Page está a reforçar a equipa de consultores de recrutamento em seguros para dar resposta à procura que inclui talentos inovadores. Conheça os salários de 7 profissões chave no setor.

Inês Paes de Vasconcelos, Senior Associate Manager e Responsável pelo setor de Insurance da Michael Page: “As seguradoras e brokers do setor de Insurance valorizam mais as competências dos candidatos sem que a localização geográfica seja um obstáculo”.

A consultora Michael Page revelou que está a reforçar a contratação de consultores especializados para dar resposta às necessidades atuais do setor segurador, respondendo a uma maior procura por profissionais que atingiu os 20% este ano na região de Lisboa.

A crise consequente da pandemia alterou a mentalidade das seguradoras e brokers do setor de Insurance, que valorizam mais as competências dos candidatos sem que a localização geográfica seja um obstáculo”, afirma Inês Paes de Vasconcelos, Senior Associate Manager e Responsável pelo setor de Insurance da Michael Page.

“Neste contexto, a procura de perfis qualificados permitiu que muitas empresas abrissem os seus horizontes, especialmente em funções de serviços centrais como finanças, atuarial ou subscrição, que estavam anteriormente sujeitas à localização física da sede da empresa, e que devido à digitalização e ao auge do teletrabalho, podem expandir a contratação deste tipo de talento a outras localizações”, explica Inês Paes de Vasconcelos.

Segundo a consultora, a aceleração do setor segurador observada no decorrer deste ano é um reflexo da estabilidade do setor em 2020 e caracteriza-se como uma das poucas áreas que não sofreu alterações significativas devido à crise de saúde. No entanto, há alguns anos que se encontra num processo importante de transformação digital e adaptação tecnológica que lhe permite gerar valor, atrair e reter o melhor talento para se manter competitivo.

Os perfis e os salários que estão a liderar

A digitalização e a necessidade de inovação e transformação do setor marcam as tendências de contratação, à medida que a análise de dados adquire um papel importante para a gestão e segmentação de clientes. Surgem assim posições relacionadas com metodologias ágeis e a transformação digital, mas a procura de perfis mais tradicionais mantém-se estável nas empresas seguradoras.

No que diz respeito a funções mais técnicas, o setor procura cada vez mais candidatos com conhecimentos de softwares específicos, análise de dados, risco e solvência. A capacidade de trabalho em equipa, a orientação a resultados e a empatia são algumas das soft skills mais valorizadas.

A flexibilidade continua a ser um fator importante ao aceitar uma proposta. Para atrair os melhores candidatos, no mercado atual, as empresas oferecem para além dos salários como benefícios de horários flexíveis, trabalho remoto e apoio nos estudos. A possibilidade de assumir projetos na empresa é uma grande motivação para a maioria dos profissionais deste setor.

Relativamente à tendência salarial, existe um alinhamento gradual a nível nacional. De modo a reter talento, o setor tem apostado na atribuição de pacote salarial com fringe benfits, que incluem seguro de vida, acidentes e saúde, carro da empresa, ticket restaurante e plano de pensões para as posições de gestão.

Em sete profissões chave do setor segurador os intervalos de remunerações brutas sem bónus em Lisboa e Porto são os seguintes:

Fonte: Michel Page. Os valores apresentados são referentes a remunerações anuais brutas, sem bónus.

A informação deste estudo é o resultado de uma análise empírica de três fontes de informação: Base de dados, clientes e candidatos do setor e publicação de anúncios. Não se registaram alterações significativas de 2020 para 2021 quanto a remunerações.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Estes são os salários que se estão a pagar a profissões de seguros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião