IGCP prepara-se para quando BCE começar a reduzir compras de dívida

"Todas as agências se prepararam para o dia em que o BCE vai reduzir" as compras de dívida, diz Cristina Casalinho.

O Banco Central Europeu (BCE) tem estado bastante ativo no mercado de dívida. Para aliviar a fatura dos juros dos países, após um período de pandemia em que o endividamento aumentou, Christine Lagarde disparou uma “bazuca” sobre os títulos dos soberanos do euro que, contudo, não vai durar para sempre. E a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) está, diz Cristina Casalinho, a preparar-se para quando as compras do BCE começarem a reduzir-se.

Numa conferência da OMFIF sobre o futuro da gestão soberana da dívida, citada pela Reuters, Casalinho disse que as agências de dívida dos vários países europeus têm aproveitado o ambiente de taxas de juro baixas para prolongar os prazos médios dos seus perfis de dívida.

"Estamos a preparar-nos para isso [o travão às compras de dívida por parte do BCE], todas as agências prepararam para o dia em que o BCE vai reduzir.”

Cristina Casalinho

Presidente do IGCP

Essa estratégia vai, segundo a presidente do IGCP, funcionar como um amortecedor contra o aumento das yields das Obrigações do Tesouro, que já se tem vindo a registar. Depois das taxas negativas atingidas no ano passado, os juros da dívida têm vindo a subir, tendo superado a fasquia dos 0,5% no prazo a dez anos.

Os investidores têm vindo a repercutir nos juros dos soberanos o aumento dos preços, que deverá levar, em breve, a uma inversão na política monetária por parte dos vários bancos centrais. Na Zona Euro, apesar de o BCE reiterar que continuará a apoiar as economias nesta fase de recuperação da crise pandémica, é expectável que comece a reduzir as compras.

“Estamos a preparar-nos para isso [o travão às compras de dívida por parte do BCE], todas as agências prepararam para o dia em que o BCE vai reduzir” as compras, disse Cristina Casalinho na mesma conferência citada pela Reuters.

Respondendo às preocupações sobre a sustentabilidade da dívida, Casalinho acrescentou que as necessidades de financiamento devem diminuir à medida que a economia da Zona Euro recupera.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

IGCP prepara-se para quando BCE começar a reduzir compras de dívida

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião