PCP quer redução do preço do passe intermodal de 40 para 30 euros

  • Lusa
  • 15 Junho 2021

Os custos desta medida, cerca de 50 milhões de euros, "valem bem do ponto de vista social, económico e ambiental", defende Jerónimo de Sousa.

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, defendeu esta terça-feira a “progressiva gratuitidade” do passe social intermodal, para os menores de 18 anos, e propôs uma redução do preço de 40 para 30 euros.

Os comunistas fizeram as contas e Jerónimo de Sousa afirmou que os custos desta medida, “uma conquista de largo alcance”, calculados em 50 milhões de euros, “valem bem do ponto de vista social, económico e ambiental”.

“Tão mais justa e possível quando aí vemos a drenagem de recursos públicos para o Novo Banco e de benesses para o grande capital”, afirmou, no encerramento de um encontro, no Pavilhão dos Desportos, na capital, sobre a Área Metropolitana de Lisboa (AML) com candidatos da CDU às eleições autárquicas no final do ano.

O líder do PCP reclamou para a “determinação da CDU” e para “a luta das populações” a “conquista do passe social intermodal”, uma medida tomada durante o primeiro Governo do PS, em que António Costa fez um acordo de incidência parlamentar com os partidos de esquerda, PCP, Bloco e PEV.

Agora, em vez de ficar “sujeita ao casuísmo e incerteza de deliberações anuais” nos Orçamentos do Estado, é preciso, “consolidar” a medida em “legislação nacional”, defendeu.

Num encontro em que falaram candidatos da CDU às câmaras da AML, como João Ferreira (Lisboa), André Martins (Setúbal), Maria das Dores Meira (Almada), Bernardino Soares (Loures), Rui Garcia (Seixal), Carlos Humberto (Barreiro), Jerónimo de Sousa voltou a fazer a defesa da regionalização.

No encontro, foi apresentado um compromisso eleitoral para as candidaturas à área de Lisboa e só não é um manifesto porque a regionalização não avançou, apesar das tentativas na década de 1990.

“Em vez dos intermináveis discursos sobre assimetrias e da repetida cassete de lamentos sobre os problemas do interior, o que se impõe é a concretização da regionalização”, que contribuiria para “o desenvolvimento do conjunto do país”, reduzindo as diferenças entre regiões, disse.

E para os problemas da AML, além do investimento público em várias áreas, exige-se, “uma verdadeira descentralização”, com a criação da “autarquia metropolitana”, afirmou Jerónimo de Sousa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PCP quer redução do preço do passe intermodal de 40 para 30 euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião