Corretores europeus querem travar comparadores de preço de seguro automóvel

  • ECO Seguros
  • 16 Junho 2021

Plataformas de comparação de preços no seguro automóvel podem desencadear problemas de concorrência e desigualdade no setor da distribuição, alegam a espanhola Adecose e a europeia Bipar.

O processo de revisão da Diretiva do Seguro Automóvel está em fase de conclusão em Bruxelas, mas a federação europeia de mediação (Bipar) e a associação espanhola Adecose opõem-se à implementação de plataformas de comparação de preços, uma proposta introduzida pelos eurodeputados.

As instituições europeias (Comissão, Parlamento e Conselho da UE) preparam-se para aprovar, na próxima semana, o texto definitivo relativo à revisão da Diretiva do Seguro Automóvel. A poucos dias do desfecho provável, a associação espanhola de mediação e corretagem de Seguro e Resseguro (Adecose) alerta para a necessidade de travar a medida introduzida pelo Parlamento Europeu (referida como “Emenda 42”), a qual estabelece que, “os Estados membros garantirão que os consumidores tenham acesso gratuito a, pelo menos, uma ferramenta de comparação independente que lhes permita comparar e avaliar preços e tarifas gerais entre fornecedores do seguro obrigatório, baseando-se em informação facilitada pelos consumidores.”

Num comunicado, a associação afirma que a Adecose e a Bipar (Federação Europeia de Intermediários de Seguros) entendem que as instituições europeias queiram proteger os consumidores. Contudo, alertam “esta medida poderá ter o efeito contrário.” Pois, considera a Adecose, “é preciso ter em conta que as ferramentas de comparação colocam demasiada ênfase nos preços e não fornecem informações completas sobre a cobertura (condições da apólice, exclusões, nível de serviços, etc.) fornecida por cada produto de seguro”.

Além disso, continua, “os comparadores nem sempre são precisos e atualizados, pois em alguns casos não fornecem informações relativas a descontos discricionários que são implementados manualmente ou no website de um distribuidor. Consequentemente, os consumidores seriam distraídos por uma comparação de preços limitada e impedidos de tomar uma decisão informada,” explicam as organizações que representam a mediação e corretagem de seguros.

Portanto, tentar manter uma plataforma de comparação de preços em condições “é muito complexo,” podendo induzir o consumidor em erro e sem que lhe seja oferecido o melhor seguro que o mercado pode disponibilizar, com o risco real e reputacional que isso implicaria, sustenta a organização no comunicado.

As duas associações (Adecose e Bipar) também concordam que, se o proposto comparador fosse para a frente, “conduziria a desigualdades no setor da distribuição” que poderiam levar a maiores problemas de concorrência.

Por esta razão e com base nos argumentos expostos, a Adecose solicitou formalmente à autoridades espanholas a sua oposição ao novo instrumento, solicitando ainda que apoie esta posição durante as negociações sobre a Diretiva.

A Bipar, federação europeia de mediação e corretagem (fundada em 1937 e sediada em Bruxelas desde 1989), tem a portuguesa APROSE como filiada e representa perto de meia centena de associações nacionais de corretores e agentes de seguros de 32 países localizados essencialmente na Europa e na área mediterrânea.

A entidade federativa tem como “objetivo prioritário a criação de um ambiente regulador europeu amigável para os mediadores de seguros que assegure uma concorrência sã, um adequado nível de proteção dos consumidores e um mercado segurador são,” refere a associação portuguesa de agentes e corretores de seguros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Corretores europeus querem travar comparadores de preço de seguro automóvel

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião