Vodafone acusa Meo de quebra de acordo e pede 132 milhões

  • ECO
  • 21 Junho 2021

Em causa está o acordo entre a Vodafone e a Meo para a partilha de redes, realizado em 2014. Vodafone reclama um indemnização, cujo valor terá de ser decidido em instâncias judiciais.

A Vodafone Portugal acusa a Meo de não ter cumprido o acordo feito em 2014 para partilharem as redes de fibra ótica, decidindo mesmo avançar para tribunal, para ser compensada pela empresa detida pela Altice Portugal, avança o Jornal de Negócios (acesso pago). O pedido de indemnização é de 132 milhões de euros, sendo que o valor ainda terá de ser decidido em instâncias judiciais.

“O valor da indemnização devida pela Meo à Vodafone será definido pelo tribunal arbitral”, segundo explica fonte da Vodafone à publicação. Já a Meo considera que os elementos entregues não são suficientes para validarem os montantes requeridos, de acordo com informação do processo. O julgamento deverá arrancar em outubro.

Em causa está o acordo entre a Vodafone e a Meo, que aconteceu quando a operadora ainda se designava Portugal Telecom e era detida pela Oi. Em 2015, a Portugal Telecom mudou de mãos e a Meo comunicou à Vodafone que ia investir sozinha na expansão da sua rede. Para a Vodafone, esta decisão representou um incumprimento do acordo que tinha sido estabelecido em 2014.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vodafone acusa Meo de quebra de acordo e pede 132 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião