Axa France abre 3 000 empregos a jovens e 300 milhões de euros para a restauração

  • ECO Seguros
  • 22 Junho 2021

Além de oferecer emprego a milhares de jovens, a seguradora francesa anunciou um pacote de 300 milhões de euros para indemnizar perdas de clientes empresários da restauração com a crise sanitária.

A Axa France respondeu ao desafio do governo francês1 jovem, 1 soluçãocom um programa de emprego para receber 3 000 jovens na estrutura do grupo segurador em 2021.

Com o programa Welcome@AXA, a seguradora propõe empregos (estágios, trabalho temporário e contratos sem termo) para cerca de 3 000 jovens. Este plano de integração, que a companhia promove como mecenas e parceira para colocar jovens no mercado de trabalho, dá prioridade aos estudantes, mas alarga a integração no mercado de trabalho a todos os que procuram iniciar vida profissional.

Citado num comunicado, Patrick Cohen, CEO da Axa France, salienta o empenho da companhia em ajudar os jovens a entrar no mercado de trabalho, “recrutando 1 000 estudantes e 500 estagiários”.

Outros 1 400 jovens terão oportunidades de trabalho na seguradora francesa, através de contratos por tempo determinado (CDD) ou através de contratos de trabalho sem termo (CDI na sigla local), 700 vagas em cada uma destas modalidades.

Destacando tratar-se de primeiras experiências profissionais para jovens, a companhia refere que, de um total de 5 000 recrutamentos previstos para este ano, a contratação de pessoal envolve tanto perfis de seguros como de tecnologia, como outros mais experientes (em vendas) para impulsionar o seu desenvolvimento territorial e apoiar a transformação da sua rede.

Envelope de 300 milhões para o setor da restauração

Antes do programa Welcome@Axa, o grupo anunciou um pacote de 300 milhões de euros para ajudar cerca de 15 000 dos seus clientes do setor de restauração, em França, a absorverem parte das perdas causadas pela crise sanitária (Covid-19).

Face à atual incerteza jurídica, a Axa France “oferece uma solução financeira amigável aos 15.000 proprietários de restaurantes que possuem a sua ‘apólice padrão’, que inclui uma cobertura alargada para perdas comerciais resultantes de um encerramento administrativo,” explicou a seguradora num comunicado.

A iniciativa apresenta-se como proposta de um acordo para permitir aos clientes da seguradora planear o período pós-crise, com uma “indemnização fixa e definitiva”.

A compensação proposta pela seguradora cobre o equivalente a 15% da faturação de cada cliente do setor de restauração que tenha sido obrigado a encerrar durante o período compreendido entre 14 de março e 29 de outubro de 2020.

O prazo dado pela seguradora para os clientes aderirem a esta proposta decorre de 21 de junho a 30 de setembro de 2021, bastando que os segurados contactem o seu mediador Axa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Axa France abre 3 000 empregos a jovens e 300 milhões de euros para a restauração

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião