Hoje nas notícias: partilha de dados, TVDE e rendimentos

  • ECO
  • 25 Junho 2021

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

Numa altura em que a proteção de dados voltou a estar na discussão pública, o Expresso revela que sites de serviços públicos, nomeadamente do Serviço Nacional de Saúde, estão a partilhar dados com a Google. Já o Jornal de Negócios dá conta de que o Governo admite a possibilidade de acabar com os operadores de TVDE, isto é, intermediários ente os motoristas ou estafetas e as plataformas como Uber e Bolt. Nos jornais de hoje é dado também destaque ao facto de que quase 70 políticos e gestores terem sido penalizados em dez anos por não entregarem a declaração de rendimentos. Veja estas e outras notícias que marcam as manchetes nacionais.

Sites do SNS enviam dados para a Google

As principais páginas do Serviço Nacio­nal de Saúde disponibilizaram dados dos cidadãos para exploração comercial da Google e outras marcas ligadas à publicidade. Sites da Assembleia da República, SIRP, GNR e PSP, ivaucher.pt e autenticação.gov.pt também fornecem dados de navegação para exploração comercial. Serviços Partilhados do Ministério da Saúde garantem que dados servem apenas para tratamento estatístico e são anonimizados, e que “não há partilha de dados pessoais com a Goo­gle ou com qualquer outra entidade externa”. Ainda assim, decidiram suspender a utilização do Google Analytics.

Leia a notícia completa no Expresso (acesso pago)

Governo admite acabar com os operadores de TVDE

O Governo pondera acabar com os chamados “operadores TVDE”, uma entidade que contrata os motoristas para plataformas como a Uber e a Bolt. O objetivo é facilitar o reconhecimento da existência de um contrato de trabalho dependente entre os estafetas ou motoristas e as empresas que beneficiam dos seus serviços, como a Uber e a Cabify, ao invés de existir uma intermediação na relação laboral.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago)

Quase 70 políticos e gestores penalizados em dez anos por esconderem rendimentos

A Procuradoria-Geral da República revelou que 69 políticos e gestores do Estado foram penalizados por não cumprirem o dever de entregar a declaração de rendimento e património ao Tribunal Constitucional. O incumprimento de 19 desses indivíduos levou à demissão ou à perda de mandato. 44 ficaram proibidos de voltar a ocupar o cargo e os restantes seis demitiram-se. Quando a declaração está em falta, tal é comunicado ao Ministério Público “junto dos tribunais administrativos, para a instauração das correspondentes ações”, explica a PGR.

Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado)

Haitong assessora Sonae Capital na venda de central de biomassa

A Sonae Capital contratou o Haitong Bank para vender a central de biomassa de 10MW de energia, situada em Mangualde. O banco de investimento está a convidar potenciais interessados a avançarem com propostas não vinculativas. Fontes do mercado apontam para um valor entre os 75 e os 100 milhões de euros. A Sonae Capital foi fortemente pela pandemia, em 2020, tendo registado um prejuízo de 36,9 milhões de euros, mas, segundo a empresa, o negócio da energia, onde se inclui esta central da biomassa, foi o mais resiliente.

Leia a notícia completa no Jornal Económico (acesso pago)

Lares arriscam processo por homicídio se funcionários não vacinados infetarem idosos

A vacinação contra a Covid-19 não é obrigatória, mas no caso dos funcionários de lares a opção por não a tomar pode resultar num crime por negligência caso infetam os idosos de que cuidam. De acordo com os especialistas em direito Luísa Neto e Luís Gonçalves da Silva, os funcionários e os lares podem vir a ser condenados por homicídio caso algum idoso morra após ter sido infetado com Covid-19 dentro da instituição. Há menos de 7% dos funcionários dos lares por vacinar.

Leia a notícia completa no Jornal de Notícias (acesso pago)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: partilha de dados, TVDE e rendimentos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião