Eletricidade de fontes renováveis ultrapassa fósseis em 2020

  • Lusa
  • 29 Junho 2021

A menor procura de energia causada por medidas de confinamento relacionadas com a pandemia da covid-19 afetou significativamente certas categorias de combustíveis, especialmente o carvão.

A produção de eletricidade a partir de fontes renováveis ultrapassou em 2020, pela primeira vez, a de combustíveis fósseis na União Europeia (UE), segundo dados preliminares divulgados esta terça-feira pelo Eurostat. Segundo o gabinete estatístico da UE, “de acordo com os dados preliminares para 2020, a produção de eletricidade a partir de fontes renováveis ultrapassou pela primeira vez a produção a partir de combustíveis fósseis”.

Na última década houve um crescimento notável da produção de eletricidade a partir de fontes renováveis, indicando o Eurostat que a quota na produção de eletricidade a partir de energias renováveis aumentou, de 303.279 Gigawatt por hora (GWh) em 1990 para 979.866 GWh em 2019. Os dados provisórios de 2020 mostram um novo aumento, para 1,052.582 GWh, mais 29.994 GWh do que a produção a partir de combustíveis fósseis.

Em 2020, a produção de eletricidade a partir de combustíveis fósseis continuou a diminuir, registando o seu ponto mais baixo – de 1,226.156 Gigawatt-hora (GWh) – em 1990, para um pico de 1,584.005 GWh em 2007, para 1,133.02 GWh em 2019 e 1,022.589 GWh em 2020 (uma quebra de 9,8% face a 2019).

Uma tendência semelhante foi observada para a produção de eletricidade em centrais nucleares, sendo que os dados provisórios apontam para um recuo de 6,3% em 2020 face a 1990, para os 683.183 GWh, o valor mais baixo da década.

Durante 2020, a menor procura de energia causada por medidas de confinamento relacionadas com a pandemia da covid-19 afetou significativamente certas categorias de combustíveis, especialmente o carvão, destacando-se as energias renováveis como uma exceção, continuando o seu crescimento especialmente na produção de eletricidade.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Eletricidade de fontes renováveis ultrapassa fósseis em 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião