É preciso investigar “quem é que permitiu” eventuais crimes de Berardo, diz Rio

  • Lusa
  • 30 Junho 2021

"Seja quem for não consegue o empréstimo se ele não for autorizado”, diz o presidente do PSD, antes de classificar como um "absurdo completo" um banco emprestar para comprar ações do próprio banco.

O presidente do PSD considerou esta quarta-feira positivo que a justiça esteja “atuante”, a propósito da detenção do empresário Joe Berardo, na terça-feira, mas advertiu que também é preciso “ver quem é que permitiu” os eventuais crimes.

Questionado pelos jornalistas sobre se considera positiva a detenção do empresário, Rui Rio referiu que, “obviamente, Joe Berardo pode ter responsabilidades e terá, a justiça dirá, mas é preciso ver quem é que permitiu que as coisas assim evoluíssem”.

“Quando um banco empresta dinheiro a alguém para esse alguém comprar ações do próprio banco, e penso que não é preciso ter grande formação em gestão para se perceber que isso é um absurdo completo, enfim, seja quem for não consegue o empréstimo se ele não for autorizado”, sustentou o presidente social-democrata, à margem do lançamento do livro “Portugal – Liberdade e Esperança”, do economista e também social-democrata Joaquim Miranda Sarmento, em Lisboa.

Apesar de considerar que “é muito difícil” comentar processos específicos, Rui Rio disse ser positivo a Justiça “estar em cima” deste assunto.

“Se a Justiça está atuante, eu que tanto critico de ela não ser atuante, agora tenho de dizer ‘ainda bem que está atuante’”, disse.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

É preciso investigar “quem é que permitiu” eventuais crimes de Berardo, diz Rio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião