Americana Sovos compra Saphety e PetaPilot para entrar em Portugal

A multinacional de software fiscal norte-americana comprou a Saphety e a PetaPilot. Os gestores das tecnológicas portuguesas serão integrados na estrutura da multinacional.

A norte-americana Sovos, fornecedora de software fiscal, comprou as empresas portuguesas Saphety e a PetaPilot. A Saphety presta serviços de faturação eletrónica conformes a administrações públicas e empresas, enquanto a PetaPilot oferece soluções de contabilidade eletrónica a autoridades tributárias e empresas. Com esta aquisição, a Sovos pretende “criar uma solução completa de conformidade IVA, ficheiro SAF-T e transações empresas – administração pública para clientes que operam em Portugal”.

A empresa norte-americana comprou a PetaPilot, que emprega cerca de 20 colaboradores em Portugal, por cerca de 14 milhões de euros, apurou o ECO. De acordo com fonte próxima das negociações, o processo de compra demorou cerca de seis meses e teve início no pico da pandemia, em janeiro. Contactada, a Alpac Capital, maior acionista da Petapilot, confirma apenas que teve um retorno anual largamente superior a 50% por ano destacou “o profissionalismo da equipa de gestão da Petapilot, do primeiro ao último dia da colaboração”. A Alpact Capital terá encaixado mais de cinco milhões de euros.

A PetaPilot trabalha com a Autoridade Tributária e Aduaneira em Portugal. Para além de estar presente em território nacional, as soluções de auditoria fiscais da PetaPilot estão presentes em cerca de 12 mercados, nomeadamente na Hungria, Lituânia, Ucrânia, Polónia, Roménia, Hungria, Espanha, Suíça, Guiné Equatorial e Cabo Verde, entre outros.

Para Valter Pinho, diretor geral da Sovos, SAF-T e ex-CEO da PetaPilot, a Sovos “poderá acrescentar valor ao fornecer uma plataforma de dados fiscais e dados que simulam os controlos da administração pública. Trata-se de uma forte combinação que visa ajudar milhares de empresas e governos a analisar e cumprir as suas obrigações”, refere citado em comunicado.

Já para John Gledhill, vice-presidente para o desenvolvimento empresarial da Sovos, com a aquisição da PetaPilot e da Saphety, a “Sovos fortalece as suas soluções no mercado crescente de conformidade SAF-T, melhorando a sua capacidade de atender às regulamentações convergentes de facturação electrónica de transações entre empresas e entre empresas e administração pública, estabelecendo operações em Portugal. Com equipas de especialistas agora em mais de 13 países, a Sovos está a construir uma presença global que dá prioridade às necessidades de conformidade local e regional dos nossos clientes”.

Os gestores das empresas portuguesas e os colaboradores das tecnológicas portuguesas serão integrados na estrutura da multinacional. Valter Pinho, ex-CEO da PetaPilot, vai ocupar o cargo de diretor geral da Sovos em Portugal e Rui Fontoura, ex-CEO da Saphety, será o vice-presidente da Sovos. O valor do negócio da Saphety não foi divulgado.

A Saphety fazia parte do universo de empresa do grupo Sonae Investment Management (Sonae IM). Em 2019, a Sonae IM vendeu a participação que tinha na Saphety aos membros da sua equipa de gestão, apoiados pela Oxy Capital. Esta operação insere-se na estratégia da Sonae IM de investir em empresas tecnológicas e, mais tarde, “vender para gerar mais-valias”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Americana Sovos compra Saphety e PetaPilot para entrar em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião