Variante Delta responsável por quase 95% dos casos de Covid-19

  • Carolina Bento
  • 20 Julho 2021

A variante Delta já está presente em 94,8% dos casos de Covid-19 em Portugal, segundo dados do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge. A variante Lambda ainda não foi detetada em Portugal.

A variante Delta já é responsável por 94,8% dos casos de Covid-19, sendo predominante em todas as regiões de Portugal, segundo dados do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

Entre os dias 05 e 11 de julho, a última semana analisada, a variante Delta mostrou-se predominante, especialmente, no Alentejo e nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira, onde esteve presente em 100% dos casos detetados naquela semana. A região de Lisboa e Vale do Tejo é a segunda região com maior prevalência da variante Delta nesta semana, com cerca de 97,2%, seguindo-se a região Centro, com 96,3%. O Algarve regista 94,1% de presença da variante, enquanto o Norte está nos 87%.

Desde 31 de maio até 11 de julho, os casos de Covid-19 pela variante Delta aumentaram no Alentejo, no Centro e regiões autónomas dos Açores e da Madeira. Nas restantes, a incidência da variante tem diminuído desde a semana de 28 de junho a 4 de julho, ainda que continue a registar valores elevados.

De entre as sequências da variante Delta, verificou-se que 56 apresentam a mutação adicional K417N na proteína Spike, também denominada sub-linhagem AY.1. Esta sub-linhagem tem vindo a decrescer, não tendo sido registados casos nas semanas de 28 de junho a 04 de julho e de 05 a 11 de julho.

As variantes Beta e Gamma também estão a decrescer em Portugal. Não foi detetado nenhum caso de Covid-19 associado à variante Beta e apenas 0,4% dos casos de infeção foram provocados pela variante Gamma, no mesmo período de tempo. A variante Lambda, com predominância acentuada em países da América Latina como o Peru e o Chile, ainda não foi detetada em Portugal.

Existe ainda uma “variante de interesse”, a B.1.621 que apresentou uma “frequência relativa à volta de 1%” no período de 31 de maio a 27 de junho. Desde aí, a presença da variante tem diminuído, tendo sido detetada em apenas 0,2% dos casos na semana de 28 de junho a 4 de julho. Entre os dias 05 e 11 de julho, a variante não foi verificada em Portugal.

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge analisou cerca de 11.929 sequências do genoma do novo coronavírus SARS-CoV-2. Desde o início de junho, foram registadas uma média de 570 sequências do genoma por semana.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Variante Delta responsável por quase 95% dos casos de Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião