Tribunal declara insolvência de mais uma empresa do Grupo MoreTextile

O tribunal declarou a insolvência de mais uma das empresas do histórico Grupo MoreTextile. Era a empresa de serviços partilhados que trabalhava para todo o universo do grupo.

O Tribunal de Braga decretou a insolvência de mais uma empresa do Grupo MoreTextile, histórico no setor. Em causa está a empresa de serviços partilhados do grupo que geria a Coelima, que já foi declarada insolvente em abril, a António Almeida & Filhos, que já deu entrada com um pedido de insolvência e a JMA Felpos que foi vendida o mês passado à Felpinter.

A decisão do Juízo de Comércio de Guimarães, do Tribunal de Braga, data de segunda-feira, declarou insolvente a Moretextile Sp ACE, a empresa de serviços partilhados que trabalhava para todo o universo MoreTextil. Esta empresa está sediada em Guimarães e emprega 25 trabalhadores. O tribunal nomeou Luís Miguel Araújo Torres Rodrigues como administrador da Insolvência do Grupo MoreTextile. O documento esclarece ainda que qualquer credor tem 30 dias para reclamar os créditos.

A primeira a fechar portas foi a Coelima, que declarou insolvência em abril após quebra de 60% nas vendas devido à pandemia. Mas depois de um longo processo, acabou por ser vendida à Mabera por 3,7 milhões de euros. A empresa de Vila Nova de Famalicão comprometeu-se a “não deixar morrer o que a empresa representa para a região e país”.

Perante a persistência das dificuldades, foi a vez da António Almeida & Filhos, que conta com 185 trabalhadores e um passivo de 23,4 milhões de euros, dar entrada também com um pedido de insolvência junto do tribunal judicial da comarca de Braga. O pedido foi feito já este mês.

O Grupo MoreTextile foi criado em 2011 e resultou da fusão da JMA Felpos com a António Almeida & Filhos, constituindo-se então como o maior grupo têxtil nacional. Falta agora os tribunais decidirem o destino da António Almeida & Filhos e da Morecoger – Energia, que conta com três trabalhadores e que também está em processo de insolvência.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Tribunal declara insolvência de mais uma empresa do Grupo MoreTextile

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião