Wall Street no vermelho penalizado pela Amazon

Amazon viu as receitas crescerem menos do que nos anteriores trimestres e criou uma onda de desânimo nos índices de Nova Iorque.

A Amazon apresentou uma desaceleração no crescimento das receitas, o que acabou por deixar os investidores desanimados. Os índices de Wall Street abriram em terreno vermelho, mas o S&P 500 conseguiu fechar no verde pelo sexto mês consecutivo.

O S&P 500 caiu 0,48% para 4.397,8 pontos, acompanhado pelo industrial Dow Jones que recua 0,42% para 34.935,47 pontos. No setor tecnológico, também o Nasdaq desvalorizou 0,72% para 14.672,7 pontos.

Este desempenho em Nova Iorque acontece depois de a Amazon ter assistido a uma desaceleração no crescimento das receitas, revelando ainda expectativas mais baixas para os próximos meses. Apesar de uma subida nos lucros, a empresa viu as receitas crescerem para 113,1 mil milhões de euros, ficando abaixo das projeções dos analistas. As ações da Amazon caíram 7,5% para 3.329,98 dólares.

Ainda nas empresas, destaque para o Pinterest que desvalorizou 18,34% para 58,83 dólares, depois de ter perdido utilizadores no segundo trimestre.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street no vermelho penalizado pela Amazon

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião