Casas eficientes e sustentáveis: procura de serviços no Mundo Ageas disparou em julho

  • ECO Seguros
  • 11 Agosto 2021

Com ampliação de incentivos estatais à eficiência dos edifícios, a plataforma do grupo Ageas regista subida exponencial na procura de serviços para instalar painéis solares e outro equipamento.

No final de junho, o Governo abriu as novas candidaturas à segunda fase do programa Edifícios Mais Sustentáveis, disponibilizando agora “mais de 30 milhões de euros para tornar as casas dos portugueses mais eficientes e sustentáveis. Para além dos apoios a janelas eficientes e painéis solares, foram apresentados mais três novos apoios: portas de entrada de casa – apoio até 750 euros; sistemas de aproveitamento de águas pluviais – até 1500 euros; e sistemas de monitorização de consumos de água em casa – até 200 euros,” nota um comunicado do Mundo Ageas.

Na primeira fase do programa governamental, em 2020, os apoios às famílias que investem em casas mais eficientes rondaram 9,5 milhões de euros. Após o anúncio da segunda fase de candidaturas, alguns dos serviços abrangidos registaram um aumento exponencial da procura no Mundo Ageas, relativamente ao mês de junho. Destacam-se, assim, a procura por serviços de instalação de painéis solares (com um crescimento de 104%), a instalação de janelas de pvc (com o crescimento de 325%), e instalação de bombas de calor (com um crescimento de 200%).

Vasco Severo, diretor geral do Mundo Ageas, conclui que “a sustentabilidade é um tema com o qual as pessoas se começam a envolver cada vez mais, sobretudo devido aos fenómenos que temos assistido nos últimos tempos, decorrentes das alterações climáticas. No Mundo Ageas estamos bastantes satisfeitos por sermos a escolha de muitos portugueses, no que toca à instalação de alguns serviços que permitem tornar as casas mais eficientes, e por termos a oportunidade de contribuir, de alguma forma, para a conservação do planeta.”

O Mundo Ageas é uma plataforma de serviços, que põe em contacto clientes, com necessidade de realização de serviços correntes no dia-a-dia, e prestadores de serviços, que oferecem soluções. Atualmente com quase 15.000 prestadores de serviço a nível nacional.

Em 2021, as taxas de comparticipação à instalação de janelas eficientes, painéis fotovoltaicos, bombas de calor, caldeiras e recuperadores a biomassa, entre outros investimentos em eficiência energética das habitações subiram de 70% para 85%, mantendo-se, no entanto, inalterados os limites máximos dos apoios (por exemplo, janelas eficientes – 1.500 euros e painéis solares – 2.500 para painéis solares).

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Casas eficientes e sustentáveis: procura de serviços no Mundo Ageas disparou em julho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião