CDC dos EUA recomenda terceira dose da Pfizer ou Moderna a pessoas imunodeprimidas

Autoridades de saúde norte-americanas abrem caminho à administração de uma terceira dose das vacinas da Pfizer ou da Moderna a cidadãos imunodeprimidos.

O painel de conselheiros do Centro para o Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA recomendou esta sexta-feira a administração de uma terceira dose das vacinas da Pfizer e da Moderna aos cidadãos imunodeprimidos. Um passo de grande relevância que abre caminho para a implementação desta medida.

A decisão foi tomada depois de a FDA, o regulador norte-americano dos medicamentos, ter autorizado a administração de terceiras doses dessas vacinas em pessoas com problemas no sistema imunitário. A entidade permitiu ainda que a terceira dose seja de outra vacina diferente da original, se esta última não estiver disponível, desde que, igualmente, uma vacina de mRNA (Pfizer ou Moderna).

De acordo com a Reuters, entre os utentes que poderão receber esta dose adicional estarão pessoas que tenham recebido um transplante de órgãos, por exemplo. Os pacientes não vão precisar de prescrição nem de referenciação médica, sendo que o público-alvo da medida, segundo a agência, é de apenas 3% dos cidadãos adultos do país.

(Notícia atualizada pela última vez às 19h39)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CDC dos EUA recomenda terceira dose da Pfizer ou Moderna a pessoas imunodeprimidas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião