Empresa produtora da série “The Morning Show” processa seguradora Chubb

  • ECO Seguros
  • 20 Agosto 2021

A gravação da 2ª temporada da série de TV, protagonizada por Jennifer Aniston e Reese Witherspoon, atrasou por causa das restrições da Covid-19. A produtora reclama 44 milhões de dólares à seguradora.

A produtora do “The Morning Show,” uma série norte-americana da Apple TV+, apresentou queixa num tribunal de Los Angeles, comarca federal da Califórnia, contra a seguradora Chubb Ltd.

A Always Smiling Productions LLC acusa a Chubb National Insurance Company, de “quebra de contrato e má fé”, por alegada aplicação restritiva das condições da sua apólice. Com a ação judicial que corporiza diferenças de interpretação sobre coberturas BIBusiness Interruption (seguro para interrupção de atividade), a tomadora do seguro pretende ser compensada das perdas originadas por efeito das restrições da pandemia.

A produtora da série – um drama que estreou em novembro de 2019 e em cujo elenco estão Jennifer Aniston, Reese Witherspoon e Steve Carell – alega que a subsidiária da Chubb se recusa indemnizar interrupção de atividade de produção, em março de 2020 (por causa da Covid-19), sustentando a recusa com o argumento de que não se verificaram “perdas ou danos físicos diretos“, refere a queixa entregue em tribunal.

A empresa sustenta que a sua apólice, contratada por um capital máximo de 125 milhões de dólares, não tem quaisquer exclusões sobre coronavírus. Ao abrigo de uma cláusula que cobre o risco de impedimento de acesso (imposto por autoridade civil) a local de atividade (entradas e saídas do elenco e pessoal técnico nos estúdios/locais das filmagens), a Chubb pagou à cliente compensação de um milhão por prejuízos durante o mês de junho.

Mas, na sua litigância, a empresa de filmes e séries afirma que as perdas incorridas ascendem a 44 milhões de dólares, acrescentando ainda que, em novembro de 2020, a Chubb se recusou a renovar a apólice. Por causa das restrições decorrentes da pandemia, a Always Smiling teve de adiar as gravações da segunda temporada da série de Tv e os prejuízos agravaram.

Segundo a imprensa norte-americana, a queixa judicial foi apresentada na última semana de julho e a Chubb dispõe de um prazo, de aproximadamente 3 semanas, para contestar as alegações.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Empresa produtora da série “The Morning Show” processa seguradora Chubb

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião