Órgãos sociais do Benfica demitem-se e marcam eleições para 9 de outubro

A 9 de outubro haverá eleições no Benfica para que os sócios decidam a sucessão de Luís Filipe Vieira. Rui Costa, que era o presidente desde julho, demitiu-se.

Os órgãos sociais do Sport Lisboa e Benfica decidiram esta quarta-feira em reunião plenária demitirem-se e marcaram eleições para o dia 9 de outubro. Segundo o comunicado do presidente da mesa da assembleia geral, António Pires de Andrade, houve unanimidade na opinião de que “se deveria partir para a marcação do ato eleitoral”.

“Assim, e no seguimento das conclusões alcançadas, e tendo também presente o calendário desportivo a que o Sport Lisboa e Benfica está obrigado até ao final do corrente ano, foi opinião unânime de todos os membros dos diversos Órgãos Sociais que se deveria partir para a marcação do ato eleitoral, destinado à eleição dos novos órgãos Sociais para os próximos quatro anos“, lê-se no comunicado. O dia 9 de outubro calha a um sábado.

A intenção de marcar eleições existe desde que Luís Filipe Vieira foi detido no âmbito da operação “Cartão Vermelho”, tendo este renunciado à presidência do clube e da Benfica SAD, a qual passou para as mãos de Rui Costa. Em entrevista à TVI no final de julho, o ex-jogador do clube recusou colocar a hipótese de se candidatar: “Toda a gente que trabalha comigo está proibida de me falar em eleições”, disse, afirmando que “jamais aceitaria ser príncipe herdeiro”.

Para já, Rui Costa recebe os elogios dos órgãos sociais demissionários: “Hoje, dia 1 de setembro de 2021, foi com satisfação que o Plenário dos mesmos Órgãos Sociais concluiu na sua análise que, aqueles objetivos, então traçados, foram atingidos e que se conseguiu uma forte estabilidade no Clube“, refere-se no comunicado, nomeadamente a qualificação para a Liga dos Campeões que rendeu 37 milhões de euros ao clube.

“Em breve será apresentado aos sócios o Programa de todo o Processo Eleitoral”, assinala ainda o presidente da mesa da assembleia geral, desejando que “o mesmo decorra com elevação e qualidade, que engrandeça uma vez mais o espírito de unidade entre todos os sócios e que sirva para uma discussão de ideias e projetos dos vários candidatos que venham a apresentar-se ao ato eleitoral“.

Luís Filipe Vieira foi detido a 7 de julho, no âmbito de uma investigação que envolve negócios e financiamentos superiores a 100 milhões de euros com prejuízos para o Estado. De acordo com o Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), em causa estão suspeitas de “crimes de abuso de confiança, burla qualificada, falsificação, fraude fiscal e branqueamento”.

(Notícia atualizada às 21h58 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Órgãos sociais do Benfica demitem-se e marcam eleições para 9 de outubro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião