Evergrande mais perto do incumprimento após falhar pagamento a bancos

  • ECO
  • 21 Setembro 2021

Grupo imobiliário chinês falhou o pagamento de juros a pelos menos dois bancos e quinta-feira faz nova prova de vida quando tiver de fazer novo pagamento. Aumenta pressão para Pequim intervir.

Intensifica-se a pressão em torno da China Evergrande, depois de ter falhado o pagamento de juros esta segunda-feira a pelo menos dois dos seus maiores credores bancários. Com isto, o gigante imobiliário está cada vez mais perto de protagonizar uma das maiores reestruturações de dívida de sempre no país.

A Evergrande ainda não tinha procedido aos pagamentos até ao final desta terça-feira, segundo adiantaram fontes próximas do assunto à agência Bloomberg (acesso condicionado/conteúdo em inglês). Os bancos já estavam à espera que a Evergrande falhasse o prazo, depois de terem sido informados pelo ministro da habitação da China de que o grupo não seria capaz de pagar a tempo.

Ainda não é certo se as instituições vão declarar formalmente que a Evergrande entrou em default. Alguns credores ainda estão à espera que o promotor imobiliário apresente um plano de extensão dos empréstimos antes de decidirem quais os próximos passos. Entretanto, a Evergrande tem na quinta-feira outro teste importante, quando deverá pagar os juros de outras duas linhas de obrigações.

Com um passivo de mais de 300 mil milhões de dólares, a Evergrande entrou no radar dos investidores esta segunda-feira, com o iminente incumprimento a provocar uma onda vendedora nos índices bolsistas em todo o mundo.

Os ativos com maior risco foram os mais penalizados perante os receios de um contágio do colapso da Evergrande na economia chinesa, a segunda maior do mundo.

Os analistas acreditam que Pequim vai intervir para evitar que os problemas da Evergrande se transformem numa crise mais grave, mas ainda nada foi anunciado oficialmente, situação que está a deixar os investidores nervosos.

Os financiamentos bancários à Evergrande totalizam os 88,5 mil milhões de dólares, sendo que metade vence em menos de um ano, segundo as últimas contas apresentadas pela empresa.

As instituições financeiras chinesas Minsheng, Agricultural Bank of China e Industrial & Commercial Bank of China estavam entre os principais bancos credores da empresa no final do ano passado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Evergrande mais perto do incumprimento após falhar pagamento a bancos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião