Braekeveldt em entrevista à Inese: “queremos ser aliados dos seniores”

  • ECO Seguros
  • 28 Setembro 2021

Orçamento do Estado devia prever um benefício fiscal que compensasse o 'não -consumo' com a contrapartida de melhoria da poupança por parte das famílias, sugere CEO do grupo Ageas Portugal.

O envelhecimento da população é um fenómeno previsível e irreversível, bem evidente em Portugal e Espanha. Nesta perspetiva os seniores são um grupo social que “interessa particularmente à indústria seguradora”. Porém, até conseguir elevar-se como “aliado permanente”, o setor segurador precisa abordar inúmeros desafios, o primeiro dos quais, conhecer a situação e necessidades concretas desse segmento populacional, afirmou Steven Braekveldt, CEO do grupo Ageas Portugal, numa entrevista à plataforma Inese.es.

Sumarizando a dimensão dos desafios apontados pelo líder da Ageas Portugal, o envelhecimento agrava situações associadas a doenças crónicas e mentais, acentuando a necessidade de melhor proteção e o desenvolvimento de novos cuidados e terapêuticas, amplificando também as situações de isolamento e exclusão, atualmente evidentes nas grandes cidades, embora com expressão mais forte nas zonas rurais. Ao mesmo tempo, o envelhecimento põe em evidencia baixas taxas de poupança e levanta incertezas sobre a sustentabilidade dos sistemas de pensões.

“Temos de fomentar a poupança”

Reconhecendo tratar-se de um segmento com muito espaço para inovar, mesmo fora da indústria seguradora, Braekeveldt adiantou que a Ageas pretende ter um papel chave junto da população sénior, atuando ativamente na procura de “novas soluções focadas na proteção efetiva para doenças graves, perda súbita de autonomia e apoio diário em serviços de assistência.” No entanto, observou, na resposta do grupo às necessidades e inquietações dos menos jovens, a Ageas quer ir além da oferta tradicional de seguros, “(…) devemos centrar-nos nas componentes de bem-estar e do rendimento”, áreas em que o segurador pode igualmente “ter papel muito importante”. Antes de mais, “temos de fomentar a poupança.”

Inaugurando a série de entrevistas conduzidas pela plataforma espanhola de informação especializada, no âmbito da “Semana del Senior” realizada em parceria com a RGA re Internacional (Reinsurance Group of America), o presidente executivo do grupo Ageas Portugal recordou a existência de indicadores que mostram interesse crescente dos portugueses para acautelar o futuro colocando mais esforço na poupança.

Considerando que as reformas nessa área têm sido “escassas”, Steven Braekeveldt afirmou: “Seria muito importante que o próximo Orçamento do Estado incluísse um compromisso claro com a Poupança a Longo Prazo para a Reforma”. E, para estes casos, apenas estes, “deveria haver um benefício fiscal que compensasse o sacrifício do não-consumo com a contrapartida de uma melhoria da poupança das famílias,” equacionou.

Leia a entrevista na íntegra, acessível (em castelhano) no sítio da Inese.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Braekeveldt em entrevista à Inese: “queremos ser aliados dos seniores”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião