Web Summit traz 40 mil visitantes a Lisboa em novembro

O evento de tecnologia estará fisicamente em Lisboa no início de novembro, numa edição mais reduzida. Para 2022 está prometido o regresso à dimensão que tinha antes da pandemia.

A Web Summit vai trazer 40 mil visitantes a Lisboa em novembro, revelou esta manhã o CEO do evento Paddy Cosgrove, numa conferência de imprensa com o ministro da Economia, na Altice Arena, onde vai decorrer o evento. Em 2019, recebeu cerca de 70 mil.

“É ótimo estar de volta. Estamos muito entusiasmados por a Web Summit acontecer fisicamente em novembro. Não sabíamos se iria sequer haver”, afirmou Paddy Cosgrave. O responsável contou que viram grandes eventos a acontecer noutras cidades e que isso encorajou a organização a avançar. “Sentimos que podíamos assumir o compromisso”.

Conferência de imprensa de apresentação do Web Summit 2021 - 28SET21
Pedro Siza Vieira e Paddy Cosgrave na apresentação aos jornalistas da edição 2021 do Web SummitHugo Amaral/ECO

Ao início fomos muito conservadores e estávamos a apontar para 10 mil participantes e depois fomos aumentando o número para 15 mil, 30 mil e agora esperamos 40 mil pessoas de todo o mundo”, revelou Paddy Cosgrave.

A organização tem estado a definir os protocolos de segurança com a DGS e para entrar será necessário certificado digital de vacinação ou, em alternativa, teste PCR ou antigénio. Paddy Cosgrove adiantou, no entanto, que a quase totalidade dos visitantes já vem com a vacinação completa. A Night Summit será dispersa por mais locais, para não concentrar demasiadas pessoas, o que também permitirá ajudar mais pequenos e médios negócios.

O responsável da Web Summit afirmou que o evento deste ano será mais reduzido, mas que em 2022 voltará à dimensão que tinha antes da pandemia. Este ano haverá dois palcos e 80% dos speakers que estiveram em 2019.

Paddy Cosgrave refirmou o compromisso com Lisboa até 2028 e desmentiu os rumores de que o evento iria passar para a China. 2028. “Temos um compromisso com Portugal e com Lisboa. Temos o maior número de sempre de pessoas de Portugal a trabalhar para a Web Summit”, afirmou.

Outra diferença estará no tipo de oradores. “Recebemos críticas por termos oradores do passado, desta vez vamos olhar mais para o futuro”, afirmou Paddy Cosgrave. A aposta vai para novos fundadores que, acredita, estarão a dar cartas dentro de alguns anos. “Vai haver um grande número de pessoas que nunca viram, que nunca estiveram em palco”.

Pedro Siza Vieira destaca impulso à economia

“É com muito prazer que voltamos a receber a edição física da Web Summit. Temos condições finalmente para regressar fisicamente ao Altice Arena e receber 40 mil visitantes é, só por si, uma boa notícia para a economia do país”, destacou Pedro Siza Vieira. “É um estímulo à atividade turística e vai trazer um impulso no meio da época baixa do outono”, acrescentou o ministro da Economia.

O governante recuperou o estudo da Universidade do Minho para dizer que esta tem sido uma “aposta vencedora”. A edição de 2019 recebeu 70 mil visitantes, trouxe receitas de 72 milhões e teve um impacto fiscal de 24,9 milhões de euros.

Pedro Siza Vieira disse ainda que Lisboa irá acolher a primeira assembleia-geral da European Startup NationsAlliance (ESNA), que tem sede em Lisboa, durante a Web Summit. A ESNA foi criada durante a presidência portuguesa da UE, no âmbito da iniciativa Nação Startup, que visa “criar um ecossistema vibrante para as empresas crescerem rapidamente”, afirmou o ministo da Economia.

A Web Summit vai decorrer na Altice Arena e na FIL, em Lisboa, entre 01 e 04 de novembro. A comediante Amy Poehler, o presidente da Microsoft Brad Smith, a comissária europeia Margrethe Vestager e o jogador de futebol Gerard Piqué irão juntar-se aos mais de 1.000 oradores, as cerca de 1.250 ‘startups’, 1.500 jornalistas e mais de 700 investidores, numa cimeira na qual serão discutidos temas como tecnologia e sociedade, entre outros, de acordo com a organização.

(notícia atualizada às 12h40)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Web Summit traz 40 mil visitantes a Lisboa em novembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião