“Não há mais chamadas de capital” do Novo Banco, diz Leão

  • ECO
  • 29 Setembro 2021

Ministro das Finanças afirma que o Governo não prevê "inscrever nada" para o Novo Banco no Orçamento do Estado para 2022.

O ministro das Finanças assegura que o Novo Banco não fará mais chamadas de capital ao Fundo de Resolução (FdR), mostrando-se confiante quanto ao futuro daquela instituição. Em entrevista à revista Sábado, João Leão nota que o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) não prevê qualquer medida para o banco, apontando ainda assim os 500 milhões de euros totais em divergências entre o banco e o FdR.

“Não prevemos inscrever nada [no OE2022], não há mais chamadas de capital”, disse o ministro das Finanças, referindo que o esperado é que o banco “tenha resultados positivos este ano”. “São vários processos e o valor global é de 500 milhões de euros”, notou, referindo-se às “várias decisões que estão em tribunal” e que “podem ser favoráveis ao banco”.

Na mesma entrevista, João Leão falou ainda sobre as garantias que o Estado deu em empréstimos às empresas, no âmbito da pandemia, referindo que entre 2020 e 2021 haverá “um valor muito elevado” em empréstimos, “que pode atingir um valor muito próximo dos 10 mil milhões de euros”. “É algo de grande sensibilidade”, sublinhou o ministro, mas que foi “importante para as empresas manterem a sua capacidade produtiva”.

A TAP foi outro dos assuntos falados, com João Leão a afirmar que no Programa de Estabilidade o Governo previa 900 milhões de euros para a companhia aérea nacional para o próximo ano. O ministro mostrou estar confiante na aprovação do plano de recuperação da empresa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Não há mais chamadas de capital” do Novo Banco, diz Leão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião