Paulo Guichard, o número 2 de Rendeiro, foi detido pela Polícia Judiciária à chegada a Portugal

  • ECO
  • 8 Outubro 2021

Paulo Guichard, antigo braço-direito de João Rendeiro, foi detido na quinta-feira à noite no Aeroporto Sá Carneiro, no Porto. Defesa já apresentou habeas corpus.

Paulo Guichard, antigo braço-direito de João Rendeiro no Banco Privado Português (BPP), foi detido na quinta-feira à noite no Aeroporto Sá Carneiro, no Porto, à chegada a Portugal vindo do Brasil, para cumprir a pena de prisão efetiva.

O antigo administrador do BPP foi detido para começar a cumprir a pena de quatro anos e oito meses a que tinha sido condenado pela “prática de seis crimes de falsidade informática e um crime de falsificação de boletins, atas ou documentos”, informa ainda o comunicado divulgado pela PJ. Esta pena já transitou em julgado. Está neste momento no Estabelecimento Prisional de Custóias.

Face a esta detenção, Nuno Brandão, advogado de Paulo Guichard, diz que já apresentou um pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal de Justiça, dado que entende que ainda há um recurso pendente no Tribunal Constitucional, segundo os mesmos jornais.

O ex-número dois de João Rendeiro vivia no Brasil há 12 anos e já tinha revelado que se iria apresentar em Portugal quando fosse chamado. Guichard foi condenado a uma pena superior a nove anos de prisão num outro processo que ainda não transitou em julgado, sendo que a juíza deste processo tinha notificado o ex-administrador para ser ouvido esta sexta-feira em Lisboa, no âmbito da alteração das medidas de coação.

Ao contrário de Guichard, Rendeiro está em parte incerta, depois de ter avisado as autoridades que iria para o Reino Unido e que voltaria no dia 30 de setembro. Porém, a 28 de setembro, anunciou no seu blog que não voltaria a Portugal. Rendeiro está condenado a penas de 10 , cinco e três anos — em processos autónomos — pelos crimes de lavagem de dinheiro, fraude fiscal, burla qualificada, falsidade informática, abuso de confiança e falsificação de documentos.

(Notícia atualizada pela última vez às 13h06)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Paulo Guichard, o número 2 de Rendeiro, foi detido pela Polícia Judiciária à chegada a Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião