“Não interessa ao país ir para eleições neste momento”, diz Mariana Vieira da Silva

  • ECO
  • 14 Outubro 2021

Ministra da Presidência assegura que o Governo está disponível para negociar o OE e que “não interessa ao país ir para eleições neste momento".

Depois das reações negativas do PCP e do BE à proposta de Orçamento do Estado (OE) do Governo, a ministra Mariana Vieira da Silva insiste que, do lado do Executivo, há espaço para conversar com os parceiros da esquerda e descarta que esse caminho encontre alternativa no PSD. Para a ministra da Presidência, o documento apresentado “tem uma marca de esquerda bem visível”, afirmou, em entrevista ao Público (acesso pago) e à Renascença.

A ministra da Presidência assegura, assim, que o Governo está disponível para negociar o OE para 2022, pois “não interessa ao país ir para eleições neste momento”. Mariana Vieira da Silva insiste que não quer colocar outros cenários que não sejam a aprovação do OE, depois de o Presidente da República ter admitido o cenário de eleições antecipadas.

A governante assume ainda que há temas alvo de discussão que não faz sentido debater em sede de negociação orçamental, mas admite que possam ser conversados paralelamente, incluindo o estatuto do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e a legislação laboral.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Não interessa ao país ir para eleições neste momento”, diz Mariana Vieira da Silva

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião