Como acelerar a igualdade de género nos seguros

  • ECO Seguros
  • 26 Outubro 2021

Webtalk com Dalila Araújo, Rute Santos e Paula Rios confirma a crescente importância das mulheres no setor segurador e define os passos para quebrar as últimas diferenças. Assista esta quarta, às 15h.

Não será dos setores económicos mais penalizados, mas existe um caminho a trilhar para as Mulheres nos Seguros. Muitas vezes recolhidas às áreas técnicas para progredirem nas carreiras, novos caminhos estão agora abertos para as mulheres num mundo tradicionalmente masculino. Subsistem obstáculos e ECOseguros quer identificá-los e sugerir mudanças, como um primeiro passo para os ultrapassar.

Convidámos três mulheres com sucesso inequívoco no setor segurador, e em outras dimensões da vida, para um debate sobre o seu lugar atual e desejável.

  • Dalila Araújo, administradora da Lusitania Seguros, exerceu funções de Estado como Secretária de Estado Administração Interna e Governadora Civil de Lisboa é professora na Universidade Nova de Lisboa
  • Rute Santos, jurista e há 20 anos Diretora Geral do CIMPAS, um espaço arbitral para resolução alternativa de resolução de litígios de seguros através da mediação e da arbitragem. Tem experiência vasta a lidar com profissionais de seguros e gerir interesses tantas vezes contraditórios.
  • Paula Rios, jurista sempre ligada aos seguros em diversas funções, tendo tido experiência em seguradoras, estando nos últimos anos no grupo segurador MDS. É editora chefe da revista FULLCOVER, uma publicação especializada do setor segurador, editada em Portugal para os mercados internacionais.

Durante uma hora, uma conversa esclarecedora e desafiante que pode acompanhar esta quarta-feira, 27, às 15h, aqui ou no Facebook no ECO.

A webtalk “Mulheres nos Seguros” foi realizada em parceria com a Lusitania.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Como acelerar a igualdade de género nos seguros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião