Lisboa no verde com CTT a subirem 2,5%

Bolsa nacional encerrou a primeira sessão da semana em terreno positivo. CTT brilharam ao valorizar mais de 2%, enquanto Sonae recuou quase 2%.

A bolsa de Lisboa encerrou a primeira sessão da semana em terreno positivo, com apenas cinco cotadas no vermelho, acompanhando a tendência positiva do resto da Europa. Por cá, o destaque foram os CTT, que avançaram mais de 2%, acompanhados pela EDP e pelo BCP. No lado oposto, a travar uma subida mais acentuada do índice, estiveram os títulos da Sonae.

O PSI-20 subiu 0,62% para 5.779,64 pontos, em linha com o índice de referência europeu, Stoxx-600, que cresceu 0,28% para 488,08 pontos. Este sentimento de ganhos alastrou-se a outras praças, como a espanhola Ibex-35 que subiu 0,21% ou a francesa CAC-40 que ganhou 0,53%.

Por Lisboa, os CTT foram a estrela desta sessão ao avançarem 2,5% para 4,31 euros. A acompanhar esta tendência esteve a EDP, que subiu 1,94% para 4,842 euros, a GreenVolt que ganhou 0,15% para 6,59 euros e a REN que cresceu 1,59% para 2,56 euros.

Ainda nas subidas, destaque para o Jerónimo Martins, que avançou 1,93% para 21,61 euros, enquanto o BCP subiu 0,56% para 0,1603 euros.

No lado oposto, a Sonae caiu 1,78% para 1,05 euros, representando a maior descida desta sessão, enquanto a Semapa recuou 1,46% para 12,14 euros. A Corticeira Amorim perdeu 0,5% para 11,88 euros, acompanhada pela Nos que desvalorizou 0,06% para 3,39 euros.

A Galp Energia manteve-se inalterada, assim como a EDP Renováveis, no dia em que a elétrica anunciou que vendeu à China Three Gorges a totalidade da participação que tinha num portfólio eólico em Espanha por 307 milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa no verde com CTT a subirem 2,5%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião