Há mais cinco mortes e 2.371 casos de Covid-19. Incidência sobe para 191,2 casos/100 mil habitantes

Desde o início da pandemia, o país soma 1.117.451 casos de infeção e 18.300 mortes por Covid. Há 1.056.880 pessoas recuperadas da doença.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) identificou 2.371 novos casos de infeção por Covid-19, elevando para 1.117.451 o número de infetados desde o início da pandemia. O boletim desta sexta-feira indica ainda que, nas últimas 24 horas, morreram mais cinco pessoas com a doença, para um total de 18.300 óbitos. A incidência média no território nacional subiu para 191,2 casos por 100 mil habitantes, enquanto o risco de transmissibilidade (rt) estabilizou em 1,17.

O boletim dá conta de um total de 1.056.880 recuperados, mais 1.230 do que no balanço anterior. Há, neste momento, 42.271 casos ativos em Portugal, mais 1.136 face a quinta-feira.

A maioria dos infetados continua a recuperar em casa e registou-se um ligeiro aumento no número de pessoas hospitalizadas com a doença. Atualmente, 528 doentes estão internados em unidades hospitalares (mais cinco nas últimas 24 horas), dos quais 79 em unidades de cuidados intensivos (mais sete).

Por regiões, a maioria das novas infeções continua a ser registada em Lisboa e Vale do Tejo (LVT). Dos 2.371 novos casos confirmados, 900 localizam-se nesta região (cerca de 38%), seguindo-se a região Norte, que contabilizou 592 novas infeções (cerca de 25%).

Boletim epidemiológico de 19 de novembro:

Neste contexto, LVT é a região com mais casos e mortes registados até ao momento (430.577 casos de infeção e 7.776 mortes), seguindo-se o Norte (423.000 casos e 5.625 mortes), o Centro (153.112 casos e 3.220 mortes), o Alentejo (41.180 casos e 1.056 mortes) e o Algarve (46.167 casos e 496 mortes). Nas ilhas, os Açores registam 9.797 casos e 47 mortos, enquanto a Madeira regista 13.618 casos e 80 vítimas mortais.

Há ainda 40.713 pessoas sob vigilância das autoridades de saúde, por terem tido contacto com casos confirmados de Covid-19, ou seja, mais 2.628 face a quinta-feira.

Incidência sobe, mas rt estabiliza a nível nacional

Os dados da DGS revelam ainda que o valor do Rt, que mostra quantas pessoas cada infetado contagia em média, está em 1,18 quer a nível nacional e em 1,18 no continente. Trata-se, portanto, de uma ligeira subida a nível continental face ao último balanço (estava em 1,17 quer a nível nacional quer no continente), o que coloca Portugal na “zona vermelha” da matriz de risco do Governo.

Matriz de risco com dados de 19 de novembro de 2021Fonte: DGS

Já a incidência (média de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias) continua a subir, estando agora em 191,2 casos por 100 mil habitantes a nível nacional e em 190,9 casos por 100 mil habitantes no continente (na última atualização estes valores eram 173,7 por 100 mil habitantes e 172,9 por 100 mil habitantes, respetivamente).

(Notícia atualizada pela última vez às 16h31)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Há mais cinco mortes e 2.371 casos de Covid-19. Incidência sobe para 191,2 casos/100 mil habitantes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião