Siza garante que bacalhau não vai faltar no Natal, mas preços podem subir

  • Filipe Maria e Lusa
  • 7 Dezembro 2021

O ministro da Economia Pedro Siza Vieira garantiu esta terça-feira, na Azambuja (Lisboa), que não vai faltar bacalhau na época natalícia, mas admitiu que os preços podem subir.

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital garantiu esta terça-feira que “não vai faltar bacalhau no Natal”, mas admitiu que os “preços podem subir”. Em declarações no final de uma visita ao novo edifício do Centro de Distribuição da Sonae MC, Siza Vieira assegurou que nesta quadra natalícia não irá faltar o bacalhau, instando à tranquilidade e lembrando que o Governo tem estado a acompanhar todo o processo da cadeia de abastecimento.

O ministro acrescentou ainda que o secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres, que o acompanhou nesta visita, vai ter, ainda esta terça-feira, uma nova reunião com o grupo de trabalho que integra produtores, retalhistas e transportadores.

Questionado sobre a possibilidade de um aumento dos preços, Siza Vieira afirmou que, apesar do crescimento do índice de preços no consumidor no último mês, este foi “moderado, comparando com o resto da União Europeia”, não havendo, também aí, “razões para preocupação”.

“Não temos nenhum receio quanto ao Natal”, garantiu o ministro.

Segundo Siza Vieira, a única dificuldade no abastecimento regista-se na área dos componentes eletrónicos. O ministro admitiu uma “dificuldade de fornecimento nos mercados mundiais” que tem afetado em particular o setor automóvel. Contudo, Siza Vieira salientou que relativamente ao “essencial”, “não vai haver falhas significativas”, embora possam haver demoras na entrega.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Siza garante que bacalhau não vai faltar no Natal, mas preços podem subir

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião