Empresa da Covilhã projeta fábrica de cosméticos e dispositivos médicos

  • Lusa
  • 11 Janeiro 2022

A Health Products Research and Development vai investir um milhão para construir uma nova fábrica no Tortosendo. O objetivo é aumentar a capacidade e diversidade de produção de artigos.

A Health Products Research and Development (HPRD), empresa da Covilhã que presta serviços na área da tecnologia farmacêutica e microbiologia, está a criar uma unidade de produção de cosméticos, dispositivos médicos, biocidas e produtos veterinários.

A empresa, que resulta de um projeto das irmãs Ana e Rita Palmeira de Oliveira, agrega as marcas Labfit e Pharmapoli e tem previsto realizar um investimento de cerca de um milhão de euros, ao longo de um ano.

Meio milhão destina-se à concretização da fábrica e o restante visa a transferência da marca Labfit, que atualmente funciona no UBIMedical, para a nova estrutura.

A fábrica já está a ser construída no Parque Industrial do Tortosendo e deve ficar pronta em abril, o que permitirá aumentar a capacidade e diversidade de produção de artigos com cremes, desinfetantes de mãos e superfícies, gel de ultrassom, pomadas ou stick’s, explicou Rita Palmeira de Oliveira.

“Esta transição das nossas instalações vai permitir esse alargamento da nossa gama de produtos”, apontou, dando como exemplo os produtos veterinários.

Segundo detalhou, o novo espaço terá mais salas de manipulação, mais linhas de enchimento e equipamentos com maior escala, de modo a dar resposta ao objetivo de “produzir novas fórmulas farmacêuticas e novos produtos, com qualidade muito elevada”.

A aposta passa essencialmente por fazer produtos para outras marcas, seja através de soluções desenvolvidas de raiz na empresa, seja por fórmulas próprias dos clientes que contratam aquele serviço de produção.

“Nós trabalhamos com total clareza e comunicação com os nossos clientes. Nós queremos que os nossos clientes sintam que quando contratam os nossos serviços de produção, somos uma extensão da sua empresa”, referiu.

Este projeto também permitirá aumentar o número de postos de trabalho da empresa, que, no conjunto das duas marcas, já conta com 22 funcionários e prevê chegar aos 25 até final do ano, número que deverá continuar a crescer.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Empresa da Covilhã projeta fábrica de cosméticos e dispositivos médicos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião