Há 40.090 novos casos de Covid e 34 pessoas morreram

Os números da pandemia referentes às últimas 24 horas, segundo o boletim divulgado pela DGS, revelam mais 40.090 casos e 34 óbitos por Covid-19. A incidência está a subir, mas o Rt a descer.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) identificou 40.090 novos casos de Covid-19, o que eleva o número total de infetados desde o início da pandemia para 1.814.567. O boletim desta sexta-feira indica ainda que, nas últimas 24 horas, morreram 34 pessoas com a doença, um máximo de 3 de março de 2021, num total de 19.237 óbitos desde o início da pandemia.

A incidência média no território nacional subiu para 3.813,6 casos por 100 mil habitantes, enquanto o risco de transmissibilidade (Rt) desceu para 1,19.

Portugal regista, pelo terceiro dia consecutivo, mais de 40 mil novos casos diários por Covid-19. No entanto, o número de pessoas hospitalizadas estabilizou. Portugal tem 1.699 pessoas internadas com Covid-19, o mesmo que na atualização anterior e o mesmo número de doentes nos cuidados intensivos (162), de acordo com o balanço da DGS.

O boletim dá conta de um total de 1.495.733 recuperados, mais 27.424 do que no balanço anterior. Há, neste momento, 299.597 casos ativos em Portugal, mais 12.632 face a quinta-feira.

Ao contrário do registado na quinta-feira, o Norte é a a região com mais novos casos (15.914), seguido de Lisboa e Vale do Tejo (14.513 novos).

O maior número de mortes foi registado em Lisboa e Vale do Tejo, com 13, seguido de 12 no Norte, quatro no Centro, três na Madeira, uma no Alentejo e uma no Algarve. Apenas os Açores não registaram óbitos por Covid-19.

O ano de 2021 ficou marcado por uma subida expressiva do número de óbitos por Covid-19 registado em Portugal face ao ano anterior. De acordo com os dados divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), morreram 12.004 pessoas infetadas pelo vírus pandémico, mais 72,2% do que em 2020, o que é explicado, sobretudo, pelo agravamento da crise sanitária verificado logo no início do ano.

Boletim epidemiológico de 14 de janeiro de 2022:

(Notícia atualizada às 16h21 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Há 40.090 novos casos de Covid e 34 pessoas morreram

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião