Energias renováveis representaram 75% da eletricidade gerada pela EDP em 2021

  • Joana Abrantes Gomes
  • 20 Janeiro 2022

As energias renováveis representaram 75% da eletricidade gerada pela EDP no ano passado, sobretudo devido à geração eólica, cuja produção aumentou 5% face a 2020.

As energias renováveis representaram 75% da eletricidade gerada pela EDP em 2021. Para o efeito contribuiu a produção eólica, que aumentou 5% em comparação com 2020, impulsionada, sobretudo, pela Europa e pelo Brasil, como resultado da maior capacidade instalada, anunciou esta quinta-feira a empresa. Contudo, a EDP teve uma quebra de 5% na produção de eletricidade, para um total de 60,9 terawatts por hora (TWh) .

A produção hídrica registou a maior queda (-19%), o que se deve, segundo os dados operacionais da empresa relativos ao ano passado, à alienação de 1,7 gigawatts (GW) de seis centrais hidroelétricas em Portugal ainda em dezembro de 2020, que geraram 3,4 TWh nesse ano, assinala a empresa liderada por Miguel Stilwell d’Andrade no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM)

Excluindo esse impacto, a produção hídrica na Península Ibérica diminuiu 1% em 2021, principalmente devido “à fraca produção hídrica” nos últimos três meses do ano, de apenas 18%, sendo que este coeficiente ficou 57% abaixo da média histórica. Contudo, se se tiver em conta apenas o território nacional, o coeficiente de geração hídrica ficou 7% acima da média histórica em 2021.

O Brasil reverteu o ano historicamente seco apenas entre outubro e dezembro, permitindo-lhe manter o fator de utilização da produção hídrica a 39%, em linha com o ano de 2020. A melhoria da situação hídrica brasileira resultou “na interrupção da geração a carvão”, desde meados de dezembro, refere a EDP.

Porém, a geração a carvão da EDP aumentou 30% em 2021, graças ao Brasil (+115%), que compensou a quebra de 2% na Península Ibérica.

A produção eólica da elétrica cresceu 5% face a 2020, devido aos mercados europeu (+13%) e brasileiro (+69%). No conjunto dos mercados, o fator de utilização do vento foi de 30%, tal como em 2020, e 4% abaixo da média de longo prazo do fator de eletricidade bruta gerada (GCF, na sigla em inglês).

O aumento de 210% da energia produzida a partir do sol na América do Norte contribuiu significativamente para a subida de 176% da geração solar da EDP.

Nos 12 meses de 2021, a elétrica adicionou 2,3 GW de capacidade bruta de energia eólica e solar ao seu portfólio, terminando o ano com mais 6% de capacidade instalada em comparação com 2020. A capacidade em construção no final de dezembro estava em 1,8 GW.

a distribuição de eletricidade aumentou 13% na Península Ibérica, com subidas de 1% em Portugal e de 87% em Espanha, justificada pela aquisição da Viesgo em dezembro de 2020. No Brasil, a distribuição subiu 6%, “em resultado da recuperação económica”, explica a EDP.

A comercialização atingiu os 28,6 TWh em 2021, 71% dos quais referentes a clientes comerciais e 29% a residenciais. Na Península Ibérica, a comercialização aumentou 2%, o que se explica “pelo crescimento dos volumes comercializados com clientes industriais em Espanha”, nomeadamente no quarto trimestre.

O preço médio da eletricidade no mercado grossista atingiu os 119,1 euros/MWh em 2021, na sequência da subida dos preços da energia na Europa. No último trimestre do ano, o preço spot médio chegou aos 211,1 euros/MWh.

A EDP registou ainda um decréscimo no número de clientes: de 5,015 milhões no final de 2020 passou para 4,975 milhões de clientes em dezembro de 2021, ou seja, menos 1% (menos ou 40 mil).

(Notícia atualizada às 19h04)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Energias renováveis representaram 75% da eletricidade gerada pela EDP em 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião