Diário de campanha. Aumenta a tensão entre Rui Rio e António Costa

  • Tiago Lopes
  • 26 Janeiro 2022

Com o aproximar do dia das eleições, a tensão aumenta entre Costa e Rio. O líder do PSD acusa o PS de fazer “campanha negra”, enquanto António Costa diz que o PSD ficará dependente da extrema-direita.

Com o avançar da pandemia de Covid19, os partidos foram obrigados a fazer algumas alterações nas suas campanhas. É, por isso, esperado que muitas das suas ações passem por uma comunicação mais presente nas redes sociais. O ECO vai resumir diariamente até ao dia 30 de janeiro tudo o que de mais importante foi dito pelos principais intervenientes na corrida às legislativas de 2022.

Esta quarta-feira fica marcada por uma troca de acusações entre os líderes do PS e do PSD, depois de António Costa ter dito, em declarações à RTP, que os “portugueses têm de conhecer o “real programa” do PSD e que a existir um Governo social-democrata este ficará “dependente pela primeira vez da extrema-direita.

No Twitter Rui Rio não demorou a responder. “É compreensível que o PSD seja criticado à direita e à esquerda, mas no caso dos ataques do PS é vergonhosa a forma como monta uma campanha negra, deturpando as propostas do PSD, truncando as minhas afirmações e procurando incutir o medo e a confusão. O seu nível é muito baixo.”

João Galamba, do PS, respondeu pouco depois ao comentário de Rui Rio, lembrando que o líder do PSD “foi contra o aumento do salário mínimo em 2021 e voltou a ser em 22”.

Catarina Martins destaca a necessidade da criação de um “parque público de habitação para regular o mercado e garantir casas a preços justos.” “A crise na habitação afeta todas as gerações. O Estado tem apenas 2% das casas, sete vezes menos do que a média europeia”, escreve a líder do Bloco de Esquerda no Twitter.

A conta oficial do CDS partilha uma imagem de Francisco Rodrigues dos Santos com Rui Moreira. “O CDS-PP agradece a presença de Dr. Rui Moreira na campanha do partido, uma figura que muito estimamos por todo o notável trabalho do autarca pelos portuenses, que eleva também o nome do CDS”, lê-se na publicação.

Depois de António Costa ter dito que estava orgulhoso por ser o “principal inimigo do Chega”, André Ventura respondeu ao secretário-geral do Partido Socialista. “Quem destrói Portugal e despreza os portugueses de bem será sempre nosso inimigo! Dia 30 veremos!”, escreveu o líder do Chega.

A quatro dias das eleições legislativas, Rui Tavares apresentou o Elvis, um novo animal nesta corrida às eleições. “Apareceu-nos há seis meses, pequenino e amarelo, vindo não se sabe de onde, para o nosso quintal de aldeia. Apesar de mudo, chamo-lhe Elvis. E já agora o Elvis também merece o seu destaque nesta campanha”, escreveu o líder do Livre.

O “Diário de campanha nas redes” é uma rubrica diária sobre os acontecimentos que estão a marcar a campanha eleitoral nas redes sociais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Diário de campanha. Aumenta a tensão entre Rui Rio e António Costa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião