Erro do MAI obriga polícias a devolver mais de 700 mil euros do “subsídio covid”

  • ECO
  • 15 Março 2022

Ministério da Administração Interna diz que "foi necessário efetuar alguns acertos", uma vez que existem "elementos a receber indevidamente" esta ajuda.

No primeiro semestre do ano passado, o Ministério da Administração Interna (MAI) atribuiu mais de 771 mil euros em “subsídios covid” a polícias que não cumpriam os critérios de acesso a essa iniciativa, indica aquele ministério ao Público (acesso pago) esta terça-feira, o que obrigará à devolução desses montantes por parte dos funcionários.

Entre janeiro e junho, o Estado atribuiu cerca de 2,33 milhões de euros nestes subsídios de risco atribuídos no âmbito da pandemia, contudo, diz o MAI, “foi necessário efetuar alguns acertos”, uma vez que existem “elementos a receber indevidamente” esta ajuda — 771.455,67 euros. Assim, o total de subsídios atribuído pelo Estado naquele período às forças e serviços de segurança foi de 1,56 milhões de euros.

Estes subsídios são pagos de dois em dois meses e correspondem a uma percentagem da remuneração base. No caso das forças de segurança, os critérios de acesso estão a prestação de serviço em unidades de saúde militar ou centros clínicos diretamente relacionados com pessoas infetadas ou suspeitas de estarem infetadas, em ações de descontaminação ou no controlo de confinamentos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Erro do MAI obriga polícias a devolver mais de 700 mil euros do “subsídio covid”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião